Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Arealva: Com dívida de R$ 858 mil, Santa Casa sofre intervenção municipal


Provedor e membros da diretoria renunciam alegando falta de diálogo com administração

FONTE: JCnet

A prefeitura de Arealva nomeou interventora para assumir a gestão da Santa Casa de Misericórdia da cidade, que acumula dívida de aproximadamente R$ 858 mil. Na última semana, provedor e membros da diretoria renunciaram aos seus mandatos alegando falta de abertura da administração para diálogo. Reunião com a irmandade para escolha da nova diretoria e provedor deverá ocorrer nos próximos dias.

O prefeito Paulo Padanosque Pereira (PSB) revela que o anúncio oficial da dívida ocorreu durante reunião de emergência convocada pelo presidente da Câmara, Carlos de Antonio (PPS), e realizada no último dia 14, no Centro Cultural, com a presença de autoridades, irmandade do hospital e comunidade.

“Como a prefeitura manda a subvenção (destinada à Santa Casa) para a Câmara e a Câmara aprova, o presidente resolveu intimar a irmandade para prestar contas e esclarecimentos junto aos vereadores e à comunidade. Houve, nesse momento, uma confissão da dívida”, conta. O valor total devido pela entidade seria de R$ 858.424,53.

Desse montante, segundo a prefeitura, R$ 201.251,94 são referentes a impostos (INSS e IRRF), R$ 439.929,52 a um empréstimo realizado para quitar dívidas anteriores e R$ 217.243,07 a empréstimo pessoal em favor do ex-diretor clínico da Santa Casa, o ex-prefeito Elson Banuth Barreto.

O chefe do Executivo afirma que foi “pego de surpresa” com a notícia. “Nós não esperávamos porque esse é um grupo que vem trabalhando há vários anos a frente da Santa Casa”, declara. “Como representante da cidade, vou unir forças e ver se a gente não fecha a Santa Casa e mantém o atendimento à população”.

O primeiro ato dele foi nomear a diretora municipal de saúde, Marilena Camargo, como interventora. Nos próximos dias, de acordo com Padanosque, será agendada reunião com a irmandade para a eleição da nova diretoria e novo provedor. Quem deverá assumir o hospital é o vice-prefeito, Décio Lenharo, que integra a irmandade.

“Se a dívida era tão alta, por que somente agora é que os valores se tornaram públicos? Por que não convocaram uma reunião com a irmandade? Por que antes não foi tomada alguma atitude? Por que deixaram chegar a esse montante?”, questiona. O prefeito lembra que, ao assumir a prefeitura, já havia herdado dívida de R$ 1,2 milhão.

Também nos próximos dias, a irmandade da Santa Casa deverá realizar um leilão de gado visando arrecadar fundos para abater parte das dívidas. A reportagem também tentou conversar com a interventora nomeada pela administração, mas o celular dela estava desligado.

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br