Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

50% dos casos de gripe A em Jaú resultam em morte

FONTE COMÉRCIO DO JAHU

A porcentagem de mortes causadas por gripe A chegou a 50% neste ano. Dados da Vigilância Epidemiológica de Jaú mostram que, em 2013, houve porcentual maior de mortes entre os casos confirmados do que em 2009, quando houve epidemia da doença.
Em 2009, foram 21 confirmações, sendo que 38% resultaram na morte dos pacientes. Neste ano, embora haja apenas dez casos positivos da doença, 50% das vítimas morreram em decorrência de complicações causadas pela gripe A (veja quadro).
O secretário de Saúde de Jaú, Gilson Scatimburgo, comenta que os casos de morte foram em pacientes com idades mais avançadas. Normalmente, a gripe A causa óbito em pessoas idosas ou que tenham alguma doença.
Neste ano foram cinco mortes, sendo que as vítimas tinham 55, 60, 61 e 64 anos. Em todas as situações confirmadas, os pacientes eram maiores de 43 anos, com exceção de uma garota de 13 anos, residente em Jaú, que contraiu a doença.
“Observamos que as pessoas com condição normal de saúde tiveram alta. Quando o paciente tem outra patologia, no entanto, a gripe A pode ser fatal. Ainda não sabemos porque houve mais casos neste ano, em determinados períodos a doença aparece com mais frequência”, ressalta Scatimburgo.
Em relação às notificações, foram 63 registros neste ano. A maioria ocorreu na faixa etária dos 50 anos ou mais, mas também houve grande número de notificações entre os jovens de 11 a 29 anos. Entre os dez casos confirmados, sete se referem a pessoas residentes em Jaú.
A enfermeira da Vigilância Epidemiológica de Jaú, Leila Aparecida Garcia Rossi, afirma que neste ano ainda não foi constatado caso de epidemia no Município. “Em relação às mortes, estas são em casos de comorbidades como doença pulmonar crônica, diabete, obesidade e imunodepressão”, afirma Leila.

Cuidados

Par a evitar a gripe A, são recomendados cuidados pelo Ministério da Saúde. As pessoas devem manter as mãos sempre limpas, evitar aglomerações em ambientes fechados, usar álcool nas mãos e tomar a vacina própria para o vírus da gripe A.
A infectologista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e membro do Departamento de Influenza e Virologia Clínica da Sociedade Brasileira de Infectologia Nanci Belley comenta que o meio mais eficaz para combater a gripe A é a vacina. De acordo com a médica, o Estado de São Paulo passa por momento de muitas confirmações de gripe A. (Flaviana de Freitas)

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br