Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sindsaúde de Jaú e entidades filiadas à UGT debatem cenário político brasileiro

Sindicatos ugetistas de diversas partes do Brasil, entre eles o Sindsaúde de Jaú, estão reunidos na cidade de São Paulo para a 2a Plenária Nacional das Entidades Filiadas à UGT (União Geral dos Trabalhadores), que conta com a presença de 1.035 delegados de todo o país.A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Jaú e Região, Edna Alves, é uma das delegadas no evento

Como objetivo de debater os desafios imediatos do movimento sindical, a UGT promove um encontro histórico para discutir o atual cenário político brasileiro, o recado dado durante as manifestações que aconteceram em junho e, principalmente, de que forma Central pode intensificar suas ações para a construção de políticas públicas voltadas ao crescimento econômico do País com melhorias significativas para a população.
 
Dentre os debates propostos, o economista Roberto Macêdo fez uma exposição sobre a conjuntura econômica-social brasileira, onde foram discutidas as medidas econômicas adotadas pelo governo e seu reflexo para a classe trabalhadora.

Na palestra, o economista ressaltou que apesar de o Brasil estar com crescimento econômico abaixo do que espera pelo Banco Central, o país encontra-se num patamar favorável, se comparado com outros países.
 
Macêdo enfatizou que é fundamental intensificar a luta para controlar a inflação, lembrou do tempo em que a inflação chegou a cerca de 80% e como nesse sistema quem mais se sofre as consequências é a classe trabalhadora.

O economista lembrou que o Brasil é o país que tem a maior carga tributária do mundo embutida no consumos diário. E, segundo ele, a população com menor renda é a que mais paga impostos.
O evento que começou nesta terça-feira (13) tem continuidade nesta quarta-feira (14), no centro de Convenções do Expo Center Norte, em São Paulo.

VEJA FOTOS EM: http://www.flickr.com/photos/ugtbrasil/with/9507335858/

Fonte: Fábio Ramalho - UGT / Fotos: FH Mendes

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br