Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

CRISE NA SAÚDE - Deputado intercede em favor de hospitais de Jaú e Garça


Pedro Tobias quer mais recursos para os hospitais da região

O deputado estadual Pedro Tobias (PSDB) esteve reunido esta semana com o secretário estadual de Saúde, Giovanni Guido Cerri, para tratar de assuntos de interesse das Santas Casas de Jaú e de Garça e do hospital psiquiátrico Thereza Perlatti, também de Jaú. As entidades querem ajuda financeira do Estado para equilibrar as contas.

O Hospital Thereza Perlatti, por exemplo, teve um prejuízo, nos últimos dois anos, de aproximadamente R$ 2,2 milhões. Atualmente, a entidade atende cerca de 350 pacientes de 68 municípios. Da mesma forma, as Santas Casas de Jaú e de Garça, a exemplo do que ocorre com praticamente todas as outras no Brasil inteiro, passam por dificuldades financeiras.

A principal reivindicação dessas entidades é o reajuste da tabela do Sistema Único de Saúde (SUS), algo que não ocorre há vários anos. Pela tabela atual, o Hospital Thereza Perlatti recebe do SUS uma diária de R$ 42,37 por paciente internado. No entanto, o custo de cada paciente para a entidade é de R$ 90,00 por dia. O deputado Pedro Tobias prometeu interceder junto à Secretaria de Estado da Saúde e ao governador Geraldo Alckmin em favor das entidades.

O deputado aproveitou para lembrar que nos últimos 11 anos diminuiu a contribuição do governo federal no custeio da saúde enquanto a carga para Estados e municípios aumentou. Em 2000, o governo federal bancava 60% das despesas com saúde no Brasil e Estados e municípios ficavam com os 40% restantes. Em 2011, o papel estava invertido. Estados e municípios bancavam 60% do custeio com saúde enquanto União ficou com 40%.

(FONTE: JORNAL COMARCA DE GARÇA)

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br