Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

DINHEIRO DE SOBRA - Santa Casa tem superávit de R$ 3,8 milhões


A Santa Casa hoje não tem dívidas com fornecedores e nem está inscrita em cadastros de negativados como Cadin e Serasa.

De forma inédita nos últimos anos, a Santa Casa de Jaú (Irmandade de Misericódia do Jahu), em seu balanço patrimonial agora publicado e referente a 2014, apresentou um superávit financeiro de R$ 3.803.743,00. O montante foi incorporado ao patrimônio da instituição. O valor é expressivo e nunca alcançado nos últimos anos. Além disso, como diz o primeiro vice-provedor, Antonio Luiz Cremasco, a Santa Casa hoje não tem dívidas com fornecedores e nem está inscrita em cadastros de negativados como Cadin e Serasa.

“A Santa Casa fechou o ano de 2014 com uma dívida de R$ 1,2 milhão com bancos. Agora, passados quatro meses deste ano, já foram quitados R$ 500 mil desse débito. Portanto, hoje, a Santa Casa tem uma dívida de apenas R$ 700 mil com bancos”, destaca Cremasco.

Quando ele diz “apenas” está  querendo aludir ao montante dessa  dívida em anos anteriores. Em 2009, a Santa Casa devia R$ 7.756.017,00 para bancos. Em 2010 essa dívida foi reduzida para R$ 5.292.376,00. Em 2013, era de R$ 3.603.244,00 e, no ano passado, de R$ 1.268.009,00.

“Isso tudo foi conseguido graças à gestão aplicada à Santa Casa. Hoje a mesa administrativa tem pleno controle de tudo o que acontece na instituição. São departamentos integralizados, cujos responsáveis se reúnem pela manhã, todos os dias (Compras, Financeiro, Contas a Pagar, Contadoria) e dão uma posição atualizada para que a provedoria e a mêsa administrativa tenham conhecimento diário da situação”, explicou Cremasco.

Além desse controle de gestão, Cremasco observa que outro fator foi importante para o superávit agora apresentado. “Em 2013 fomos obrigados a contabilizar no balanço uma dívida ativa com o  governo da União.  Em 2014, tivemos uma reversão de correção monetária dessa dívida no valor de R$ 1.877.000,00. Isso ajudou para que tivéssemos agora esse superávit financeiro”, esclarece.

Outro aspecto considerado importante é que mesmo conseguindo o superávit, a Santa Casa extrapolou a sua cota de atendimento pelo SUS  (Sistema Único de Saúde) e não será reembolsada em R$ 2.238.000,00 de serviços prestados. “A Santa Casa banca esse atendimento. Em 2014 atendemos 72,53% de pacientes pelo SUS, quando o contrato estabelece que deve se atender a 60% por esse convênio. Fizemos 25% a mais e não vamos receber por isso”,  diz  Antonio Cremasco.

A Santa Casa vem investindo também na modernização de diversos setores do hospital  e o próximo será para atender a área de Neurologia, no segundo andar. “Serão gastos ali em torno de R$ 600 mil, dinheiro da Santa Casa”, enfatiza o primeiro vice-provedor.

O provedor Alcides Bernardi Junior destaca a importância de as pessoas continuarem colaborando. “Por tudo isso é que precisamos continuar contando com a população. Quando fizer suas compras  doe a sua nota para a Santa Casa utilizar no Nota Fiscal Paulista. No ano passado isso nos rendeu R$ 180 mil. Quando for acionado pelo Teledoações, colabore. O nosso telemarketing é da própria Santa Casa, não é terceirizado, gera empregos aqui”, disse Bernardi.

Sobre o convênio com a Prefeitura, que repasse recursos para manter em funcionamento o Pronto-Socorro, Bernardi Junior disse que esse convênio vence em junho, mas já foram iniciadas as conversações  para a sua renovação. “A Prefeitura repassa R$ 1.138.500,00 mensais para tocar o Pronto-Socorro .   Ressalte-se que nesta gestão do prefeito Rafael Agostini ele sempre nos pagou em dia, religiosamente, sem atraso nenhum. O convênio, com certeza, vai ser renovado”, completou Bernardi.

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br