Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

HAC recebe R$ 12 mi em ato de defesa do Mais Médicos

FONTE: COMÉRCIO DO JAHU

O anúncio do repasse de R$ 12,7 milhões para o Hospital Amaral Carvalho (HAC), feito ontem em Jaú pelo ministro da Saúde, Alexandre Padilha, foi entremeado por enfáticos elogios à condução do Programa Mais Médicos, do governo federal. Na semana passada, a Câmara dos Deputados aprovou a Medida Provisória que viabiliza o projeto de expansão da atividade médica pelo interior do País.
Efetivada após as manifestações de junho, a proposta incentiva médicos a ir a cidades onde faltam profissionais e “importa” doutores de outros países para atuar no Brasil. Trechos da lei contrariaram as entidades de classe e conselhos de medicina.
Nome do PT mais cotado para disputar o governo de São Paulo em 2014, Padilha veio a Jaú acompanhado de vários deputados aliados, que se incumbiram de tecer elogios ao trabalho do ministério.
“Trata-se de um conjunto de questões importantes que serão resolvidas de uma vez só. O segundo vestibular vai acabar”, destacou Newton Lima (PT-SP), em referência à ampliação da oferta de vagas de residência. Para Milton Monti (PR-SP), “os profissionais vão perceber que o programa é bom para o País”.
Garantindo que por ora não está preocupado com as eleições, Padilha também saiu em defesa do programa, em rápida entrevista concedida após visita às instalações do hospital. Ele afirmou que a presença de médicos ajuda até a sanear problemas estruturais das unidades básicas. “O programa não é para trazer médicos do exterior, mas para levar médicos para o interior.” “Estou pensando só no ministério e em ajudar as Santas Casas a reduzir as filas de cirurgias e de exames”, respondeu ao Comércio, ao ser questionado sobre a corrida pelo Palácio dos Bandeirantes.

Centro cirúrgico

A verba destinada ao HAC será empregada na compra de equipamentos e no custeio de serviços. Padilha visitou o novo centro cirúrgico do hospital e conheceu alas que estão passando por intervenções custeadas pela União. Também se encontrou com o transplantado de medula de número 2.000 da entidade.
“O ministério tem sido capaz de avaliar as boas instituições e fomentar seu trabalho na saúde”, declarou o diretor-superintendente do Amaral, Antonio Luís Cesarino de Moraes Navarro.
O novo recurso se soma aos outros R$ 3,3 milhões repassados para compra de equipamentos para os Serviços de Diagnóstico Mamário, liberados recentemente. (João Guilherme D"Arcadia)

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br