Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Itapuí reduz atendimento médico na rede

Fonte: www.comerciodojahu.com.br

A dona de casa Marcia Adriana de Lara Viaro, 39 anos, residente em Itapuí, registrou boletim de ocorrência na delegacia da cidade na última segunda-feira para reclamar que sua filha de 3 anos não teria sido atendida em unidade de saúde mantida pela prefeitura. O caso foi remetido ao Ministério Público (MP) no dia seguinte pelo avô da criança, Vandir Donizete Viaro (PTB), que também é vereador em Itapuí.

No documento registrado na Polícia Civil, Marcia relata que levou a garota à unidade de saúde localizada na Avenida Paes de Barros porque há dois dias encontrava-se em estado febril. No local, foi informada de que o médico pediatra atenderia oito crianças por dia e que esse montante havia sido esgotado. A orientação é que retornasse no outro dia.

Viaro diz que a menina tem deficiência mental, faz tratamento em Ribeirão Preto e constantemente necessita de atenção médica. Segundo o vereador, até o fim de 2012 os pediatras contratados pelo serviço público atendiam até 20 crianças por dia. Ao MP, relatou que existem outros casos semelhantes ao da neta que precisam ser apurados.

Requerimento feito por Viaro chegou anteontem às mãos do promotor de Justiça da Vara da Infância e Juventude de Jaú, Alexandre Barbieri Júnior. O representante do MP determinou que o Setor de Assistência Social faça apuração preliminar dos fatos para decidir nos próximos dias que providências serão tomadas.

Humanizado

O diretor de Saúde de Itapuí, Fredson de Paula e Silva, confirma que houve redução nos atendimentos feitos pelos médicos na rede municipal. Ele explica que o intuito é que o atendimento seja mais humanizado, com maior atenção aos pacientes. Segundo o diretor, há dois pediatras que atuam no município. Um deles atende de segunda à sexta-feira, uma hora por dia.

Em relação ao caso da garota que foi levada pela mãe ao Ambulatório de Especialidades na manhã de segunda-feira, diz que ele próprio realizou o atendimento e encaminhou o prontuário a médico que atendia no pronto-socorro. Em sua avaliação, a situação da garota não era de urgência porque não estava com febre.

Silva afirma que, como outras cidades, Itapuí enfrenta problemas de falta de recursos financeiros e dificuldade para a contratação de médicos para que o atendimento na área da saúde seja o ideal.

O prefeito de Itapuí, José Eduardo Amantini (PSDB), entende que a reclamação sobre eventual falta de atendimento da menina deveria ter sido levada primeiramente ao diretor de Saúde. Comenta que não teve conhecimento do boletim de ocorrência e que pretende cobrar dos médicos concursados que cumpram o horário de trabalho estabelecido em concurso. (Alcir Zago - COMÉRCIO DO JAHU)

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br