Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Hospital Perlatti cobra revisão de tabela do SUS (e paralisa atendimento)


Fonte: WWW.COMERCIODOJAHU.COM.BR
(foto: Tuca Melges)

A Associação Hospitalar Thereza Perlatti notificou ontem a Secretaria de Estado da Saúde sobre o fim do atendimento via Sistema Único de Saúde (SUS) a partir de 1º de maio. A entidade atende 350 pessoas de 68 municípios e alega que o governo federal não atualiza o valor repassado desde 2009 – o que provocou déficit da ordem de R$ 2,2 milhões nos últimos dois anos.

Em nota encaminhada à imprensa, a direção do hospital informa que a diária paga pela União é de R$ 42,37 por paciente – que em média custa R$ 90/dia. Ao todo, 60 pessoas compõem o chamado Hospital Dia, outras 210 estão internadas e 80 fazem parte da ala de internação neurológica – custeada pelo Estado. O Perlatti atende pacientes com problemas mentais e dependentes químicos.

“Nós estamos com déficit há dois anos e só não tivemos um valor maior porque no ano retrasado foi aplicado recurso da nossa receita financeira. Caso contrário, a defasagem seria R$ 600 mil ainda maior”, relata o presidente da associação, Antonio Ruiz Martinez Filho.

O dirigente lembra que solicitou aporte maior tanto ao Estado quanto à União, mas que por enquanto não obteve respostas sobre eventual revisão dos valores transferidos. Em nota, a Secretaria de Saúde de São Paulo divulga que a reforma psiquiátrica capitaneada pela União não permite repactuação financeira.
Do Ministério da Saúde, o hospital recebe R$ 570 mil todos os meses. Apenas com custeio de folha de pagamento, gasta R$ 610 mil (veja quadro).

As prefeituras da região também contribuem pouco para os cofres da entidade. Embora seja referência para dezenas de municípios, o Perlatti tem custeio fixo apenas de Bocaina, Barra Bonita, Brotas, Pederneiras, Mineiros do Tietê, Igaraçu do Tietê e Dois Córregos. O subsídio proveniente destas cidades não chega a R$ 62 mil/ano – conforme dados da entidade.

Reforma

O Ministério da Saúde foi acionado, mas a assessoria de imprensa não respondeu aos questionamentos específicos sobre a situação do Thereza Perlatti.

Em nota genérica, o governo federal afirma que desde 2003 a Política de Saúde Mental adotada pela União “mudou o foco da hospitalização como centro ou única possibilidade de tratamento às pessoas com transtornos mentais e pacientes com dependência química”.

Nesta lógica, o governo vem ampliando o acesso a mecanismos alternativos – como os Centros de Atenção Psicossocial (Caps). O ministério argumenta ainda que o orçamento da Política Nacional de Saúde Mental triplicou entre 2002 e 2011. (João Guilherme D"Arcadia – Comércio do Jahu)

Governo do Estado analisa financiamento

Por meio da assessoria de imprensa, a Secretaria de Estado da Saúde manifestou que “se encontra em análise o quadro atual de financiamento da Associação Hospitalar Thereza Perlatti”.

A pasta afirma que “segue estritamente” as determinações estipuladas pelo Ministério da Saúde no que tange ao financiamento de leitos de internação psiquiátrica via Sistema Único de Saúde (SUS). Considera também que a reforma psiquiátrica idealizada pela União barra eventual requalificação do valor repassado à entidade.

O Estado informa que em 2012 a associação recebeu R$ 4,8 milhões para atendimentos da rede pública e recurso extra da ordem de R$ 2 milhões.

No fim de janeiro, a direção da entidade se reuniu com o secretário de Estado da Saúde, Giovanni Guido Cerri, para tratar de eventual aporte ao hospital. (JGD)

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br