Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Presidente da Federação da Saúde participa de reunião com ministros na sede da UGT

Edison Laércio de Oliveira, presidente da Federação dos Trabalhadores da Saúde o Estado de São Paulo, participou nesta quarta-feira, dia 5 de agosto, de uma reunião com os ministros Miguel Rossetto da Secretaria-Geral da Presidência da República e Carlos Gabas da Previdência Social. No encontro, que aconteceu na sede da União Geral dos Trabalhadores (UGT), o governo acenou com uma maior aproximação das centrais na criação de uma agenda positiva de crescimento econômico e diálogo com os trabalhadores.
 
Na manhã que antecedeu o encontro, os ministros estiveram reunidos por cerca de quatro  horas, com representantes do movimento sindical. Na oportunidade foi anunciado o Fórum convocado pela presidente Dilma Rousseff para 2 de setembro, em Brasília, para uma agenda de crescimento do País.
 
“Foi um diálogo muito transparente, colocamos com clareza nossas insatisfações diante de certas medidas provisórias do início do ano, como a 4330, que trata da precarização através da terceirização, generalizando para todos os trabalhadores. Apesar do cenário tão grave que estamos vivenciando, estamos otimistas que esse Fórum poderá construir uma agenda propositiva e que possa iniciar definitivamente uma possibilidade de gerar emprego decente e eliminar esses possíveis fantasmas”, declara Ricardo Patah, presidente nacional da UGT.
 
Entre as temáticas de distribuição de renda e piso do brasileiro, foi destacado que o governo garantirá o reajuste dos salários aos aposentados, que serão corrigidos de acordo com a inflação, além dos direitos previdenciários aos trabalhadores. O fator previdenciário 85/95, em regra de progressividade, também foi debatido com as centrais. “Nós estamos abertos, apresentamos uma proposta de medida provisória de uma regra de progressividade, preservamos o 85/95, mas estamos abertos a discutir um padrão de progressividade, que crie o maior ambiente de acordo possível com o Congresso e com as centrais sindicais”, informa o ministro Miguel Rossetto. 
 
A partir de uma ambiente democrático que o governo quer construir, novas agendas serão construídas. “Vamos abrir novas agendas que fazem parte da pauta das centrais sindicais. Vamos debater uma agenda de futuro do nosso país, uma agenda de desenvolvimento econômico e social”, enfatiza Rossetto.
 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br