Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Santa Casa de Jahu tem primeiro programa de residência médica

A Santa Casa de Jahu acaba de avançar rumo ao status de hospital de ensino médico com o primeiro programa de residência médica credenciado pelo Ministério da Educação. O programa na área de anestesiologia é coordenado pelo primeiro vice-diretor clínico do hospital, Celso Luiz Módolo.
Contando com duas vagas credenciadas pelo MEC, o programa de residência médica tem uma delas preenchida pela aluna Talita Marqueze, de Florianópolis.
Esse é um passo muito importante para a Santa Casa de Jahu. “A partir do momento em que começamos a crescer nesse sentido, podemos conseguir mais verbas estaduais e federais para outros financiamentos que ajudem a manter a estrutura de ensino, com chancela do MEC. E se a Santa Casa, que já possui vocação de ensino, quiser montar outros programas de residência médica, já temos um caminho trilhado”, disse.
No hospital já são realizados estágios na área de enfermagem por alunos universitários e de cursos técnicos. “A formação prática de técnicos em enfermagem e enfermeiros já é realizada aqui na Santa Casa. Estamos dando seguimento agora na área médica. Passamos a ter função na preparação de profissionais que vão atuar na assistência médica hospitalar”, falou.
O projeto para o programa de residência médica na área de anestesiologia foi encaminhado à Comissão Nacional de Residência Médica, em Brasília, no ano passado. Como a Santa Casa de Jahu é um hospital geral, com quase todas as especialidades, a proposta do projeto foi a de que a instituição teria condições de formar um anestesiologista para trabalhar com toda essa diversidade de patologias e doenças e, teoricamente, formar um profissional que se encaixaria em qualquer região do Brasil. “A Santa Casa é um hospital que trabalha com recursos bastante limitados, então a nossa proposta é formar um profissional que se adapte a essa realidade”, completou Celso Módolo.
O projeto teórico foi aprovado pela Comissão Nacional de Residência Médica, que encaminhou um médico vistoriador para Jaú para visitar todas as dependências do hospital e avaliar se o que foi proposto no projeto escrito corresponderia à pratica. O vistoriador emitiu um relatório para Comissão Nacional de Residência Médica, que aprovou a proposta. “Recebemos um credenciamento provisório, que permitiu que a Santa Casa iniciasse o programa. E uma vez com a posse desse credenciamento, fomos até a Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e conseguimos negociar para que as duas vagas para residência médica em anestesiologia fossem disponibilizadas no pool de vagas da secretaria, por meio do concurso do SUS, o maior concurso de residência médica do Estado. Além disso, conseguimos também bolsas de estudo para os residentes”.
Talita Merqueze, que foi selecionada por concurso público, deverá ficar por 3 anos na Santa Casa e, ao final, poderá obter o título de especialista emitido pelo MEC, estando apta para o mercado de trabalho.

Fonte: Jaumais

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br