Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Santa Casa terá repasse anual de R$ 1,3 milhão para UTI

FONTE: COMÉRCIO DO JAHU

O Ministério da Saúde publicou na edição de ontem do Diário Oficial da União (DOU) portaria que estabelece repasse anual de R$ 1,378 milhão para a Santa Casa de Jaú. O dinheiro será destinado à manutenção de novos leitos de unidade de tratamento intensivo (UTI) adulto tipo 2.
Em março deste ano, com a presença do ministro Alexandre Padilha, houve inauguração dos 12 leitos da UTI no hospital jauense, no entanto, até o momento estão desabilitados.
O provedor da Santa Casa de Jaú, Alcides Bernardi Júnior, considera insuficiente o repasse para manutenção dos novos leitos. Mensalmente o hospital receberá R$ 114 mil.
De acordo com Benardi Júnior, a estimativa é de que o serviço trará gasto adicional de R$ 173 mil à Santa Casa por mês. Por esse cálculo, o deficit mensal do hospital seria de R$ 59 mil. A expectativa é de que 42 funcionários sejam contratados para o setor.
O provedor comenta que a direção da Santa Casa irá se reunir para estudar as medidas que serão tomadas. Estima que os novos leitos estejam em funcionamento em 30 dias. O aporte de recursos próprios para custear o serviço não deve ser adotado.
A portaria determina que os recursos financeiros serão incorporados ao limite financeiro anual de média e alta complexidade do Estado de São Paulo. A transferência mensal caberá ao Fundo Nacional de Saúde e será destinada ao Fundo Estadual de Saúde de São Paulo.
O Ministério da Saúde publicou duas portarias em agosto contemplando mudanças em relação ao hospital jauense. Em 19 de agosto houve habilitação de cinco leitos para a UTI neonatal. Oito dias depois o órgão publicou que a Santa Casa passaria a ter 24 leitos de UTI adulto tipo 2.
Com isso, a instituição de saúde passaria a contar com 31 leitos adultos e 13 infantis. Conforme o ministério, a unidade poderá ser submetida à avaliação por técnicos da Secretaria de Atenção à Saúde e, no caso de descumprimento dos requisitos estabelecidos, terá suspensos os efeitos de seu cadastramento.

Pronto-socorro

Após idas e vindas, a Prefeitura de Jaú e a Santa Casa definiram no fim de junho deste ano repasse mensal de R$ 825 mil do Executivo para manutenção do pronto-socorro (PS). Uma das medidas de curto prazo foi a reabertura da ala do PS infantil que estava fechada desde fevereiro.
O valor para manutenção do serviço será pago durante um ano e reajustado em seis meses, de acordo com a inflação apurada no período. O setor convive com problemas de lotação constantemente. O chefe do PS do hospital jauense, José Aparecido Segura Ruiz, diz que é preciso contratar mais três clínicos-gerais e dois pediatras, no entanto, há dificuldade em encontrar esses profissionais no mercado. (Alcir Zago) sind

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br