Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Santa Casa de Jaú reclama de atender pacientes de outras cidades

FONTE: G1 GLOBO

HOSPITAL É REFERÊNCIA NA ÁREA DE ORTOPEDIA EM CASOS DE ALTA COMPLEXIDADE. CIDADES DE BARIRI, BARRA BONITA E DOIS CÓRREGOS ENCAMINHAM PACIENTES.

A Santa Casa de Jaú reclama que tem recebido pacientes de outras cidades para atendimento na área de ortopedia. O hospital é referência na região nesta área de ortopedia em casos de alta complexidade. No entanto, nos últimos meses, o hospital tem recebido muito pacientes de cidades vizinhas, que não precisariam vir ao município e com isso, há sobrecarga de atendimento.

Os pacientes são atendidos nos corredores do Pronto-Socorro. Segundo a direção da Santa Casa, cidades como Barra Bonita, Bariri e Dois Córregos têm encaminhado pacientes de baixa e média complexidades ao hospital. “Fraturas como de punho, por exemplo, não são consideradas de gravidade. Já lesões de colunas e múltiplas são”, explica o médico ortopedista, Silvo Alonso.

Segundo os administradores do hospital, a situação se reflete nas contas já que a Santa Casa de Jaú não recebe do Sistema Único de Saúde (SUS) pelos atendimentos mais simples. 

“Nosso teto de ganho é fixo, as cidades da região ganham para fazer os atendimentos de média complexidade, mas não fazem e mandam os pacientes para cá e, com isso, não temos capacidade física. O hospital está lotado e quando ocupamos vagas com pacientes assim, não conseguimos atender os pacientes mais graves”, ressalta o diretor clínico Luiz Alfredo 

De acordo com a Santa Casa, de janeiro a agosto o hospital atendeu 614 pacientes de
Barra Bonita, 362 de Bariri e 325 de Dois Córregos. José Maria Capelasso, diretor do hospital de Barra Bonita contesta os números. Segundo ele, de janeiro a setembro o hospital São José realizou 297 procedimentos ortopédicos e só transferiu seis casos. “Existe a busca de central de vagas e procuramos através do médico detalhar a complexidade para o tipo de cirurgia quando não há condições no local”.

Uma reunião entre os diretores dos hospitais da região já foi marcada pela direção regional de saúde e deve ser realizada em outubro. A Secretaria de Saúde de Dois Córregos alega que o município conta com um ortopedista, o que justificaria o encaminhamento para outras cidades, em casos complexos.

Já a Santa Casa de Bariri informa que os casos de baixa e média complexidades são realizados na própria cidade e que os encaminhamentos são feitos pela central de vagas. A Santa Casa de Jaú não descarta a hipótese de "devolver" os pacientes de ortopedia de outras cidades que não sejam casos de alta complexidade a partir da próxima segunda-feira (30).

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br