Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Federação da Saúde prevê 2016 difícil para trabalhadores por causa da conjuntura nacional


15/12/2015


 

Reunidos em Jaú, sindicalistas que representam 600 mil trabalhadores, planejam seminário para fevereiro para discutir pauta unificada e negociações coletivas

Sindicalistas que representam 600 mil trabalhadores no Estado de São Paulo se reuniram em Jaú no encerramento anual dos trabalhos da Federação Paulista da Saúde. E a avaliação é unânime: o ano de 2016 vai muito ruim para o governo em termos econômicos e políticos e a crise vai sobrar para trabalhadores e empregadores do setor da saúde. A tendência é corte nos recursos, prejudicando profissionais da área e a população em geral.

Presidente da Federação Paulista da Saúde, Edison Laércio de Oliveira, falou sobre as definições do encontro realizado na sexta-feira (11/12), em salão de eventos na cidade. "Estamos marcando para o início de 2016 dois seminários de suma importância para o trabalhador e para a sociedade. Temos a previsão de que teremos um ano muito mais difícil na economia, na política e na estrutura do país como um todo." Primeiro seminário será em Campinas nos dias 18, 19 e 20 de fevereiro. O segundo será em Sorocaba na semana seguinte.

A proposta é organizar e, em conjunto, buscar melhores condições para a categoria e para a sociedade. "Para nós, trabalhadores da saúde, teremos seminário sobre economia, sobre negociação salarial e sobre organização sindical logo após o carnaval. E também um seminário de saúde mental, para que possamos discutir junto a trabalhadores e sociedade para discutir que tipo de saúde mental é necessária para quando a pessoa possa tê-la quando necessita."

 

Pauta unificada - Diante de um ano complicado pela frente, o presidente da Federação diz que uma das propostas discutidas em Jaú é a elaboração de uma pauta unificada para embasar as negociações coletivas que os 13 sindicatos filiados à entidade vão enfrentar. Segundo ele, o DIEESE está assessorando a entidade para formar essa pauta única, tendo como base cláusulas que já estão em vigor em alguns sindicados e que possam ser replicadas em todo o Estado. "Vamos agregar reivindicações."

 

CLIQUE E VEJA O VÍDEO DA ENTREVISTA

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br