Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Cálculo Aposentadoria
   Convenções Coletivas
   Colônia, Clube e Rancho
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Temperaturas elevadas podem provocar desmaios em idosos, alerta especialista


As temperaturas elevadas, comuns no verão, podem provocar desmaios em idosos. De acordo com a cardiologista Olga Ferreira de Souza, coordenadora de Infraestrutura da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), o desmaio – ou síncope – é uma perda temporária de consciência. Na maioria das vezes, não traz maiores riscos, mas, em alguns casos, pode indicar alguma cardiopatia.

 
Segundo a médica, os idosos são mais sujeitos a esses desmaios no verão porque não sentem sede. Sem beber muita água, o volume de sangue fica baixo e a pressão arterial cai. “E na vivência do calor, eles têm mais queda de pressão, com isso vai pouco sangue para o cérebro, e eles têm o desmaio”, explicou a cardiologista, que também é coordenadora de Métodos da Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (Sobrac).
 
Para evitar a síncope, a médica recomenda aos idosos beber bastante líquido, cerca de 1,5 litro a dois litros por dia; evitar lugares abafados e com muita aglomeração; não ficar muito tempo exposto ao sol nem andar longos períodos em lugares quentes. Também é recomendável se alimentar várias vezes por dia, em pequenas quantidades.
 
Como em alguns casos a síncope tem origem cardíaca, é preciso procurar um médico para investigar a causa do desmaio.
 
De acordo com a cardiologista, o principal risco para os idosos é que, em geral, não sentem que vão desmaiar. “Então, ele não consegue se amparar”, explicou. Com isso, podem sofrer quedas que ocasionam fraturas. Cerca 30% das fraturas em idosos são, na maioria das vezes, provocadas por uma síncope que não foi diagnosticada previamente, de acordo com a médica.
 
 
 
 
 
SindSaúde
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br