Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Cálculo Aposentadoria
   Convenções Coletivas
   Colônia, Clube e Rancho
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Em visita a Jaú, Federação traz novas ideias para Sindsaúde iniciar campanha salarial


 

O Sindsaúde de Jaú e Região, em parceria com a Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo, promoveu nesta quinta-feira (17/03) o Workshop Paulista de Organização Sindical. Do encontro realizado na sala de reuniões do Hotel Realce saíram propostas para encorpar a pauta unificada que está sendo elaborada pela categoria em todo o Estado.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Jaú e Região, Edna Alves, disse que parte das sugestões trazidas pela Federação vai fazer parte da próxima negociação salarial a ser iniciada, em abril. Terá início a fase de assembleias com trabalhadores de Santas Casas e hospitais filantrópico.

Ela explica que mesmo antes da conclusão da pauta única estadual já é possível pleitear para os profissionais da base de Jaú e região benefícios que existem para a categoria em cidades como Campinas, Bauru, Santos ou outra cidade com sindicato filiado à Federação. Da mesma forma, Jaú vai contribuir com sugestões para outros sindicatos. Franca, por exemplo, não tem cesta básica para os trabalhadores da saúde. Lá, portanto, o trabalho será para adotar o benefício que já existe em Jaú há mais de duas décadas.

Toda a diretoria do Sindsaúde de Jaú participou do workshop. O objetivo é discutir os caminhos para um bom resultado nas convenções coletivas da categoria. Antes de vir a Jaú, cidades como Presidente Prudente,  Araçatuba, São José do Rio Preto, Rio Claro, Sorocaba, São José dos Campos e Piracicaba já receberam a visita do o presidente da Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo, Edison Laércio de Oliveira, e o economista técnico do DIEESE Luis Fernando Rosa.

Os dois coordenam os trabalhos de colher sugestões e atuar para a unificação das demandas. Nesta sexta-feira (18/03) o workshop será em Bauru. Depois, Ribeirão Preto, Franca e Santos finalizam o giro pelo Estado da Federação.

Mais benefícios - Após a reunião em Jaú, o presidente da Federação, Edison Oliveira, falou do trabalho em andamento. "Esse é um trabalho que começamos agora em março e já estamos no oitavo sindicato. Essa pauta de reivindicações está sendo construída a partir da conquista de cada sindicato. O que estamos apresentando nos workshops aos diretores já existe no sindicato a, b ou c. O que nós queremos é que o direito que já existe num sindicato seja estendido aos demais sindicatos".

O dirigente diz que não dá para tolerar tanta diferença salarial e de benefícios entre trabalhadores iguais de cidades diferentes. "Não é possível que o salário do técnico de enfermagem, do auxiliar de enfermagem e do trabalhador da enfermagem seja diferente em Jaú, em Bauru, em Araçatuba... O salário tem se ser igual porque o trabalhador da enfermagem é um só, o profissional é igual."

A meta é colocar em prática o quanto antes a pauta unificada. Em abril será feita a compilação dos dados e propostas colhidas nos workshops. "Temos 13 sindicatos na Federação e oito datas-bases diferentes. Acreditamos que para a última data base deste ano possamos entrar em negociação com essa pauta unificada. E, para janeiro de 2017, todos os nossos sindicatos filiados já estarão com essa pauta única para apresentar para o sindicato patronal"

Base de Jaú – Atualmente, o Sindsaúde de Jaú mantém negociações com o Sindhosp (sindicato patronal das clínicas e hospitais particulares) para a convenção coletiva. A data-base é 1o de janeiro, mas até o momento não houve acordo. Os trabalhadores pedem ao menos 12% para repor as perdas inflacionárias. Os patrões ofereceram 10%. Diante da demora na contraproposta patronal, muitas clínicas já deram os 12% de reajuste como antecipação do reajuste.

A data-base para os trabalhadores de Santas Casas e hospitais filantrópicos é junho. “A partir de abril vamos ter as assembleias para definir a pauta a ser apresentada ao Sindhosfil (sindicato dos hospitais), informa Edna Alves, que preside o sindicato da saúde na base territorial de Jaú.

 

 
 
SindSaúde
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br