Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Prefeito da Barra incentivar aumento de doações a hospital


25/04/2016

Campanha é para resgatar imagem do São José de Barra Bonita
Lilian Grasiela/JC Bauru

A Prefeitura de Barra Bonita (68 quilômetros de Bauru) quer incentivar o aumento das doações ao Hospital e Maternidade São José por meio das contas de água. A campanha de resgate da imagem do hospital inclui, ainda, reajuste nos valores do repasse ao Pronto-Socorro (PS) e subvenção mensal e cessão de servidores públicos para a realização de pequenos reparos no prédio da unidade.

O anúncio das medidas para ajudar o São José a equilibrar suas finanças foi feito pelo prefeito Guilherme Belarmino (PSDB) após renovação do convênio anual para funcionamento do Pronto-Socorro (PS), que venceu no último dia 13. Ele conta que, durante as negociações, propôs à Diretoria e Corpo Clínico não apenas reajustar valores, mas investir no “resgate da credibilidade” do hospital.

De acordo com o chefe do Executivo, a frequente exposição das dificuldades financeiras da entidade, que teria passado a acumular dívidas a partir de 2007, acaba afetando relação com fornecedores e afastando sócios contribuintes. “Se a gente não criar união entre Corpo Clínico, diretoria do hospital e municípios, a gente não vai conseguir transcender essa barreira”, declara.

Além de reajustar o convênio do PS de R$ 250 mil para R$ 280 mil, o prefeito aumentou o valor do repasse mensal para manutenção do hospital de R$ 83 mil para R$ 164 mil. Ele também pediu autorização à Câmara para fornecer material e mão de obra visando executar pequenos reparos no São José. O prefeito propõe, ainda, realizar campanhas para aumentar as doações.

Hoje, segundo Belarmino, convênio entre município e entidade permite que autarquia desconte R$ 5,00, R$ 10,00, R$ 15,00 ou R$ 20,00 dos munícipes por meio da conta de água para repassar ao hospital. “Nós temos 15 mil domicílios e apenas 500 participam dessa campanha”, diz. “Queremos que a população enxergue o hospital de outra forma, através desse resgate institucional”.

Ações

O prefeito revela que, ao longo dos anos, adotou medidas com o objetivo de desafogar o PS, entre elas contratação de novos médicos, realização de obras na área de saúde e construção de uma sala de curativos.

“Hoje, o hospital faz um atendimento médio, no Pronto-Socorro, de 6 mil pacientes/mês. A rede pública do município, nos postos de saúde, está fazendo atendimento de 7 mil consultas por mês”, declara. “Hoje, posso afirmar que estamos tratando o Hospital e Maternidade São José como a política pública número 1 do município de Barra Bonita”.

Ameaça de fechamento

Conforme divulgado pelo JC, o contrato assinado pelo Hospital São José com as Prefeituras de Barra Bonita e Igaraçu do Tietê obrigava a entidade a manter o PS em funcionamento nas suas dependências até o último dia 13. Após muita negociação para renovar o convênio e impedir o fechamento do PS, Igaraçu aceitou aumentar o repasse de R$ 110,5 mil para R$ 192 mil. Já Barra Bonita, que pagava R$ 250 mil, passará a repassar R$ 280 mil, com aumento de R$ 80 mil na subvenção mensal destinada ao hospital.

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br