Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Cálculo Aposentadoria
   Convenções Coletivas
   Colônia, Clube e Rancho
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

São Paulo sedia 24° Reunião Plenária da Executiva Nacional da UGT


 
A União Geral dos Trabalhadores (UGT) realizou, na tarde desta terça-feira (09), em são Paulo, a 24° Reunião Plenária da Executiva Nacional, encontro que reuniu dirigentes sindicais ugetistas de todos os estados da federação. A Federação dos Trabalhadores da Saúde do Estado de São Paulo, a qual o Sindsaúde de Jaú e Região é filiado, também participou.
 
Com o objetivo de debater o atual cenário político brasileiro, os dirigentes discutiram como a entidade vai se posicionar e como enfrentará  os diversos ataques que estão acontecendo contra os direitos trabalhistas e sociais. “O processo de impeachment está chegando ao seu final e todos sabemos que a UGT é plural, por isso é imparcial, mas em hipótese alguma aceitaremos a retirada de direitos da sociedade e da classe trabalhadora”, afirmou Ricardo Patah, presidente nacional da UGT. 
 
Patah ressaltou que o momento é grave e os ataques são sérios, pois entre as propostas que estão tramitando no Senado e na Câmara destacam-se o Projeto d Lei da Câmara (PLC) 30/2015, que é o PL 4330, aprovado pelos deputados e que acaba com toda e qualquer relação de trabalho, com isso simplesmente rasga a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), além das diversas propostas de reforma previdenciária ou trabalhista. 
 
“Para agravar a situação, está circulando na internet um vídeo feito por um dos integrantes do MBL (Movimento Brasil Livre) atacando diretamente o movimento sindical, isso é grave. O deputado Ricardo Barros, defendeu a quebra definitiva da Justiça do Trabalho, cortando seu orçamento em 90%, isso é muito danoso para toda a sociedade, por isso precisamos enfrentar essa situação de forma efetiva , conclui o líder ugetista.
 
Fonte: UGT
 
 
SindSaúde
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br