Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sindicato da Saúde de Jaú e Região acompanha debate dos candidatos a prefeito de Jaú


26/09/2016
A presidente do Sindicato da Saúde de Jaú e Região, Edna Alves, acompanhou de perto o debate dos candidatos a prefeito de Jaú. O debate foi realizado às 18h do sábado (24/09) no anfiteatro da Fundação Dr. Raul Bauab. Foi promovido pelo Comércio do Jahu e pelo curso de Comunicação Social da faculdade.
Dos seis candidatos um faltou ao debate: Ivan Cassaro. Os demais se revezaram nas perguntas e respostas. O debate ajuda os eleitores a decidirem em quem votar. Não que seja a única ferramenta, mas é possível ver pelas respostas quem tem mais preparo para assumir o comando de uma cidade.
 
Sindicato foi pioneiro - O ano de 2004 colocou o Sindicato da Saúde de Jaú no centro das atenções políticas em Jaú. A realização de um debate inédito entre os candidatos a prefeito colocou os políticos para falar sobre saúde, dando mais subsídios ao eleitor na hora do voto. Foi um momento único, no qual a democracia se fez mais forte.
A presidente do sindicato na época, Maria Jerusa de Abreu, convidou os seis postulantes à Prefeitura, mas um deles não compareceu – Waldemar Bauab (PTB) indicou o candidato a vice, o médico Osvaldo Franceschi Júnior, mas a organização não aceitou. Franceschi viria a ser prefeito de Jaú na eleição de 2008.
Debateram sobre saúde e suas propostas para a área os candidatos Aldemir de Souza, o Purunga (PCO), Jesus de Oliveira Filho (PMN), João Sanzovo Neto (PSDB), José Paulo Toffano (PV) e Sigefredo Griso (PMDB). Quando a eleição chegou ao fim em outubro daquele ano, Sanzovo foi reeleito prefeito.
Na época, a vice-presidente do Sindicato da Saúde era Edna Alves, que assumiu uma das vagas no Conselho Estadual da Saúde, após brilhante trabalho no Conselho Municipal de Saúde. A indicação estadual foi pela Federação dos Trabalhadores da Saúde. Após sair do CMS, Edna voltou recentemente e hoje representa os sindicatos no conselho jauense.
 
RESUMO DO QUE FOI DISCUTIDO NO DEBATE DE 2016 ESTÁ NO SITE DO JORNAL
 
Cinco candidatos a prefeito de Jaú se reuniram ontem à noite em debate promovido pelo Comércio do Jahu e pelo curso de Comunicação Social das Faculdades Integradas de Jaú. O evento foi transmitido pelo Facebook e, até as 22h15 de ontem, havia sido visualizado por 7,3 mil pessoas. A íntegra do encontro, com tradução na Língua Brasileira de Sinais, será disponibilizada a partir de hoje (www.comerciodojahu.com.br). 
O candidato Ivan Cassaro não compareceu. Por telefone, o empresário disse que lamentava a ausência, mas tinha outros compromissos de campanha.
O debate seguiu com os cinco candidatos: Edison Ladeira (PT), Lauro Pacheco (PSOL), Maurício Arruda de Toledo Murgel (Rede), Paulo de Tarso Nuñes Chiode (PHS) e Rafael Agostini (PSB).
O primeiro bloco foi dedicado às considerações iniciais, durante as quais os candidatos tinham 1 minuto e meio para se apresentar.
Na sequência, três blocos de perguntas entre candidatos, sendo que o primeiro deles era dedicado a questões com temas específicos. Gestão da saúde, cargos comissionados, acessibilidade, desenvolvimento econômico e transparência pública foram os assuntos abordados nesta etapa.
Nos temas livres, Chiode questionou Agostini sobre o patrimônio do candidato, que declarou não possuir bens em seu nome. Murgel citou a aquisição de área para o novo cemitério ao direcionar sua pergunta para Ladeira. O petista questionou Chiode se o médico vai conciliar a atividade profissional com a Prefeitura. O prefeito pediu as propostas de Lauro Pacheco para a área esportiva e Pacheco abordou as cirurgias eletivas com Murgel.
Na segunda rodada, epidemia de dengue, verbas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), drenagem urbana, Distrito de Potunduva e habitação foram temas mencionados.
 
 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br