Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Acordo paralelo do Sindicato da Saúde com HAC salva pisos maiores e vale-alimentação


27/09/2016

Sindicato da Saúde faz acordo paralelo com o Hospital Amaral Carvalho, consegue manter o vale-alimentação (tíquete) e salários de ingresso têm reajuste de 9,49%

É HORA DE VALORIZAR SEU SINDICATO.
NÃO EXISTE DIREITO ADQUIRIDO EM NEGOCIAÇÃO SALARIAL.
NEM MESMO O ÍNDICE DE INFLAÇÃO OU A CESTA BÁSICA.
TUDO É NEGOCIADO A CADA ANO.
O SINDICATO GARANTIU MAIS UMA VEZ BENEFÍCIOS PARA O TRABALHADOR.
VALORIZE O SINDICATO QUE VOCÊ TEM!!!

Abaixo, detalhes do acordo:

A diretoria do Sindicato da Saúde de Jaú e Região fez reunião na tarde de hoje com a direção do Hospital Amaral Carvalho e conseguiu negociar questões relevantes para o trabalhador da saúde
O HAC tinha desistido das negociações para renovar o acordo anual e adotou a convenção coletiva do Sindhosfil (sindicato dos patrões ao qual o HAC se filiou). Sem o acordo, o trabalhador do HAC perderia muitos benefícios, então o Sindicato da Saúde questionou a direção do hospital, que aceitou negociar alguns tópicos de forma diferenciada.

Após reunir-se com o Sindicato da Saúde, o HAC aceitou o que se segue:

- Vai ser mantido o tíquete-alimentação, corrigido para o valor de R$ 160,00. O hospital queria entregar a cesta básica no lugar do vale, seguindo a convenção coletiva do sindicato patronal dos filantrópicos.

- Os salários de ingresso serão mantidos conforme acordo anterior com o hospital, corrigidos em 9,49¨%. Assim, o trabalhador não sofrerá perdas de até R$ 220,00 que ocorreria caso o hospital insistisse em adotar o piso salarial estadual dos hospitais filantrópicos

- O Sindicato da Saúde também conseguiu ampliar a ausência justificada, elevando para cinco dias de ausência do funcionário em caso de morte de familiar ou em caso de casamento do funcionário (era 3 dias apenas, pela convenção do Sindosfil).

SALÁRIOS DE INGRESSO

Com o acordo paralelo assinado pelo Sindicato, os pisos salariais dos funcionários do HAC ficam maiores do que os demais hospitais. A diferença após a correção dos 9,49% chegaria a R$ 221,33 para os técnicos, R$ 215,90 para os auxiliares, R$ 181,05 para administração e R$ 40,67 para apoio.
Esses valores acima seriam as perdas dos trabalhadores do HAC caso o hospital não aceitasse o acordo paralelo.
Vale dizer que ninguém que trabalha no HAC poderá receber em dezembro menos que os novos salários de ingresso abaixo:
Apoio - R$ 1.057,17
Administração - R$ 1.246,22
Auxiliar - R$ 1.370,84
Técnico - R$ 1.507,92
Enfermeiro - R$ 2.569,21.

Veja tabela com os pisos salariais do acordo com o HAC e de quanto seria a perda se o HAC adotasse apenas a Convenção Coletiva do Sindhosfil (hospital dos filantrópicos)

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br