Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Assine o abaixo-assinado que exige o veto do presidente Temer ao projeto de terceirização


28/03/2017

Assine o abaixo-assinado contra a terceirização!

O dia de 22 de março de 2017 é uma data para ser lembrada pela população quando as próximas eleições chegarem. Neste dia, cerca de 200 deputados votaram a favor do PL 4302/1998 e com isso disseram sim para a precarização das relações de trabalho no Brasil. Junto com o governo Temer disseram não aos interesses do povo e instituíram a era da fraude trabalhista no País. O projeto de lei deverá ser sancionado pelo presidente Temer, consolidando assim o duro golpe que foi dado contra a classe trabalhadora.

As relações trabalhistas no país já são precárias e a nova legislação irá provocar o rebaixamento de salários e vai piorar ainda mais as condições de trabalho para milhões de trabalhadores porque possibilita a generalização da terceirização e subcontratações, conhecida como quarteirização. A cultura existente no mercado de trabalho não permite a utilização correta do sistema de terceirização, modelo que foi criado visando adequação do mercado de trabalho às novas tecnologias e profissões inseridas a partir de um mundo que a cada dia fica mais digital. No Brasil, o sinônimo para terceirização é “fazer economia (a base de porcaria)”, reduzir custos a qualquer custo, e de quebra, destruir a representação dos trabalhadores. Para que isso seja possível, só há um caminho: reduzir direitos, reduzir salários, reduzir condições de trabalho.

É uma luta de décadas pelo respeito ao trabalhador, por melhores salários e por uma vida digna para a população que está ameaçada de ser destruída. Com os votos destes (in)dignos representantes da população, a partir de agora haverá um crescimento de trabalhadores terceirizados, com menos direitos e com menos forças para exigir os benefícios que ainda lhes restarão com a aprovação do PL.

Na setor da saúde, a situação é ainda pior. A terceirização dos serviços de saúde deterioram também as condições de trabalho e de atendimento à população. Por anos, as entidades sindicais conseguiram evitar a terceirização da área de enfermagem (no setor de Apoio já era crescente) essencial ao atendimento direto dos pacientes. Infelizmente, com a aprovação deste projeto de lei, entramos na era do vale-tudo. E assim a população deixará de ter referências em relação aos profissionais que a atende. A cada hora poderá ser um, e este se valerá apenas de um histórico mínimo do que acontece com o paciente.

Precisamos nos rebelar. Todos os trabalhadores paulistas. Todos os trabalhadores brasileiros. Todas as famílias brasileiras precisam se posicionar. A terceirização é apenas o começo de um processo que promete muito mais. Está em curso a reforma da previdência. Está em curso a reforma trabalhista. Cada qual traz um elenco de mudanças que só prejudicam os trabalhadores brasileiros.

A Federação Paulista da Saúde, entidade que representa mais de 700 mil trabalhadores no Estado de São Paulo e a União Geral dos Trabalhadores (UGT), que lidera 5,5 milhões de trabalhadores brasileiros estão determinados a lutar e impedir que se consolide esse avanço contra os direitos trabalhistas. Mas a população precisa estar junto. Deve participar de todas as ações que demonstram a insatisfação geral contra o desmonte dos benefícios trabalhistas duramente conquistados. Você, participe dessa cruzada!

Assine o abaixo-assinado contra a terceirização!


Exija o veto a este projeto de lei absurdo que não atende os anseios da população e sim de meia dúzia de burocratas, que, encastelados, não sabem as reais necessidades da população.

Clique aqui para assinar o abaixo-assinado que exige que o presidente Michel Temer vete o PL 4302/1998.

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br