Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Cálculo Aposentadoria
   Convenções Coletivas
   Colônia, Clube e Rancho
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Santa Casa vai ampliar pronto-socorro


 
fonte: comércio do jahu
 
Obra terá investimento de R$ 1 milhão; projeto pretende separar áreas ambulatorial e de emergência 
 
A Santa Casa de Jaú planeja construir a ampliação de seu pronto-socorro dentro dos próximos meses. Para isso, o secretário de Saúde de Jaú, Wagner Brasil de Barros, levará o projeto ao Ministério de Saúde e a deputados para tentar viabilizar a ação. O investimento custa R$ 1 milhão. 
A obra é elaborada há dois anos, segundo o provedor da Santa Casa de Jaú, Alcides Bernardi Júnior. Por dia, o pronto-socorro atende 300 pessoas da cidade e microrregião (85% são de Jaú); por mês, o total é de 15 mil pessoas. 
A ampliação será feita no espaço físico do prédio. Na sala de espera, por exemplo, cadeiras serão aumentadas: atualmente há 30 lugares, passarão a ser 75. “Vai melhorar a acomodação das pessoas”, salienta Bernardi Júnior. 
A inauguração do pronto-socorro da Santa Casa de Jaú ocorreu em 24 de julho de 1987 e, embora tenha passado por reformas, na nova ampliação o prédio ganhará novos consultórios. Serão mais quatro para população - sete no total. 
O gerente administrativo da Santa Casa, Ed Mario Romeno Capello, explica que a ideia da obra é fazer a separação de atendimento dos casos ambulatoriais dos de urgência. Com a adequação, os pacientes de menor risco seriam atendidos na frente e os de maior urgência iriam para a ala interna. 
“Dessa forma, a população será mais bem acolhida. E, se tiver algum caso quando fizermos a triagem que for de maior risco na parte da frente, essa pessoa será direcionada para área de urgência”, comenta Capello.
No desenho da planta é possível ver que até a entrada para a ambulância foi pensada nessa logística, permitindo que o veículo caia diretamente nas salas de emergência. O gerente afirma que a reforma irá melhorar o fluxo, que atualmente está misturado. Embora seja feita a triagem, o tempo será reduzido, haverá agilidade no atendimento e aumento da segurança do paciente. O número de vagas de emprego também deve crescer, pois serão duas equipes médicas trabalhando ao mesmo tempo. 
O pronto-socorro infantil terá sua entrada separada, pois não pode ser feito junto aos adultos. Caso a verba federal seja liberada, o planejamento inicial é que toda a obra fique pronta em oito meses, de acordo com Bernardi Júnior. 

 

Convênio
 
Barros levará o projeto à Brasília na próxima semana. “Eu me propus a ajudar para que se faça uma emenda parlamentar para aumentar o espaço físico, que hoje é o maior problema do local”, comenta. 
Ele também cita que na próxima semana será finalizado o acordo que prorrogará o convênio entre a Prefeitura de Jaú e a Santa Casa para manter o pronto-socorro adulto e infantil. Por mês, o hospital recebe atualmente R$ 1,5 milhão. 
 
 
SindSaúde
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br