Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos Coletivos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Sisnaturcard
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Em meio a 18 demissões, o fechamento de UPA gera protesto em Pederneiras


01/08/2017
 
fonte:JC Bauru
 
A partir desta terça-feira (1), o município de Pederneiras (26 quilômetros de Bauru) não conta mais com a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA). A cidade passa a colocar em prática um novo modelo de Saúde no qual todas as urgências e emergências serão atendidas exclusivamente pelo Pronto-Socorro da Santa Casa. O Centro de Especialidades e Diagnósticos que abrigará o antigo prédio da UPA deve ser inaugurado em 7 de agosto. Confira as mudanças nos atendimentos da Saúde.
 
O último dia de funcionamento da UPA foi marcado por protesto de um grupo de funcionários do local. A imagem de sete pessoas munidas de cartazes com os dizeres "Fechou!" circulou pelas redes sociais e aplicativos. A manifestação ocorre em meio as 18 demissões que a UPA registrou.
 
Segundo a Fundação Estatal Regional de Saúde de Bauru (FERSB), gestora da unidade até então, apenas 16 dos 34 funcionários foram reaproveitados em outras unidades mantidas pela FERSB na cidade com o fechamento.
 
REAÇÃO EM BAURU
 
A desativação da unidade gerou reação por parte do Legislativo em Bauru. O presidente da Câmara bauruense, Sandro Bussola, emitiu nota demonstrando preocupação e tristeza com a situação.
 
"Não só por conta de eventuais prejuízos na assistência à população da nossa querida vizinha, mas também porque essa unidade era gerida por meio da Fundação Estatal Regional de Saúde, da qual Bauru também faz parte como município instituidor. Vamos solicitar informações para saber se recursos deixaram de ser repassados à entidade", diz o vereador em nota.
 
Bussola questiona ainda que, talvez, esteja na hora de repensar um modelo de fundação ou organização municipal, e não mais regional, "para que não recaiam sobre a responsabilidade a Prefeitura de Bauru eventuais dívidas referentes a serviços contratados por outros municípios e/ou outros passivos, inclusive de natureza trabalhista".
 
OUTRO LADO
 
Sobre o fechamento e a nota emitida pelo vereador de Bauru, a Prefeitura de Pederneiras informou que, "além de ser um ato discricionário do gestor municipal, tal ato visa a implantação de nova política municipal".
 
E que "também não merece preocupação quanto a eventuais prejuízos que possam ser gerados à FERSB, uma vez que todos os serviços contratados por esta municipalidade foram devidamente planejados, de forma que a entidade já possui em seu caixa o valor correspondente a toda a desmobilização dos serviços da UPA".
 
A prefeitura reforça ainda que a medida visou o melhor atendimento à população usuária do SUS e que os empregados da entidade, "em sua maioria, estão sendo redistribuídos para outros locais, em razão do reconhecimento da qualidade dos serviços prestados".
 
Por fim, o município elogia a fundação e promete manter outras atividades de saúde em parceria com a entidade.
 
CENTRO DE ESPECIALIDADES
 
Inaugurada em dezembro de 2016 e com custeio mensal de R$ 100 mil do Ministério da Saúde, a UPA foi construída com investimento do Ministério na ordem de R$ 1,4 milhão e recebeu ainda aporte de R$ 562 mil para aquisição de mobiliários e equipamentos. Valores que deverão ser devolvidos pela prefeitura.
 
A baixa quantidade de emergências recebidas no local é o que teria motivado a implantação da mudança, além da incapacidade do município em desembolsar quase R$ 400 mil/mês.
 
Com a mudança do objeto da UPA para Centro de Especialidades, a prefeitura quer aumentar o valor de custeio do governo, diminuindo uso de recurso municipal. No local, promete oferecer atendimentos de neurologia, gastroenterologia, cardiologia, otorrinolaringologia, psiquiatria, oftalmologia, vascular, dermatologia, endocrinologia e urologia.
 
Confira como ficam atendimentos de urgência e emergência na Saúde
 
Com a mudança, Pederneiras terá novos locais e horários de funcionamento da Saúde.
 
Urgência e emergência: Pronto-Socorro da Santa Casa, que está sendo reformado e sua equipe médica ampliada.
 
Atendimentos agendados com especialistas: as consultas com os especialistas que, antes, eram realizadas no Postão, continuarão neste local até a primeira semana de agosto. A partir de 7 de agosto, o Centro de Especialidades e Diagnósticos (antiga UPA) passará a funcionar.
 
Nova Unidade Básica: o prédio onde hoje funciona o Postão será uma Unidade Básica de Saúde para os moradores da região central e proximidades a partir de 7 de agosto.
 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br