Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos Coletivos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Sisnaturcard
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sindicato da Saúde pede fiscalização do MT pelo atraso nos salários no Perlatti


13/11/2017

Promessa de pagar os 300 funcionários no dia 10 não se confirma; fiscais do Ministério do Trabalho são acionados; trabalhadores devem ser chamados para decidirem sobre greve

A diretoria do Sindicato da Saúde de Jaú e Região protocoliza hoje (13/11) pedido de fiscalização no Ministério do Trabalho por causa do atraso no pagamento de salários na Associação Hospital Thereza Pelatti.  A presidente Edna Alves também está atuando politicamente, com o intuito de liberar recursos de convênio supostamente bloqueados pelo governo do Estado de São Paulo.

“Temos que agir rápido. A direção do hospital ficou de fazer o pagamento dos 300 funcionários na sexta-feira (10/10), mas não pagou. Nesta segunda-feira a informação que recebemos do hospital é que não ocorreu o repasse dos recursos”, disse Edna Alves, que recebeu informações de associados do sindicato que trabalham no hospital, todos preocupados com as contas já vencidas.

De acordo com Edna Alves, o primeiro passo foi pedir essa fiscalização.  Em seguida, dependendo da resposta que vier do Conselho Estadual de Saúde sobre onde está o dinheiro do repasse, o Sindicato da Saúde vai convocar a categoria para decidir em assembléia pelo estado de greve. Por fim, em, último caso, poderia ser decretada greve na instituição hospitalar.

“Mesmo não sendo atribuição do sindicato, estamos tentando intermediar o repasse dos recursos. Conversamos com o vereador Tito Coló, que é do mesmo partido do deputado estadual Pedro Tobias e do governador Geraldo Alckmin, para descobrir onde está esse repasse que o Hospital Thereza Perlatti está esperando e ainda não chegou”.

O vereador disse que acionaria o deputado do PSDB para tentar descobrir o motivo do atraso do repasse. Segundo Coló, a verba de R$ 350 mil foi obtida por intervenção dele. A direção do hospital falou, em reunião com o Sindicato da Saúde no dia 8 de novembro, que o repasse é mensal e ocorre sempre até o dia 30 de cada mês. Desta vez, porém, o governo não fez o repasse, por isso o pagamento dos salários não ocorreu no quinto dia útil.

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br