Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Justiça bloqueia bens de 9 pessoas em Jaú ligadas à Santa Casa


15/12/2017
 
fonte: JC/Bauru

O juiz federal de Jaú (47 quilômetros de Bauru) Danilo Guerreiro de Moraes determinou, em caráter liminar, a indisponibilidade de bens de nove pessoas por suposto desvio de recursos públicos do Sistema Único de Saúde (SUS) destinados à Santa Casa local. Somados, os valores chegam a quase R$ 700 mil.

O Ministério Público Federal (MPF), autor da ação, afirma que os fatos ocorreram de 2005 a 2009 e envolveram a então diretora executiva da Santa Casa, dirigentes de empresas da região e funcionários de entidades que prestavam serviços ou mantinham contratos com o hospital.

De acordo com o MPF, auditoria realizada em 2011 confirmou que parte dos recursos destinados à saúde foi usada pela então diretora executiva para pagar despesas com viagens não autorizadas, além de custearem reembolsos indevidos.

Em 2007, a dirigente teria promovido, com apoio de outros envolvidos, a contratação simulada de uma empresa para executar serviços de assessoria hospitalar que custaram R$ 94,5 mil, mas que não tiveram qualquer utilidade para a Santa Casa.

O MPF sustenta ainda que o grupo se apropriou de recursos que seriam direcionados para a produção de um informativo mensal, além de desviarem o dinheiro arrecadado com a venda do espaço para anúncios publicitários.

Eles também são acusados de direcionarem licitações e superfaturarem a aquisição de placas de sinalização para o prédio da Santa Casa de Jaú, pagando um valor quase cinco vezes maior do que o praticado no mercado.

Irregularidades também foram encontradas em pagamentos feitos para um dos envolvidos e concessão de reajustes salariais. Em razão do horário em que a matéria chegou ao JC, não foi possível acionar a Santa Casa de Jaú.

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br