Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Vacinação contra gripe começa nesta segunda


23/04/2018
 
Trabalhadores da saúde e idosos vão ser os primeiros a receber imunização no Município
fonte: comércio do jahu
 
A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começa amanhã em todo o território nacional, incluindo Jaú. As doses irão proteger contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, dois do tipo A (H1N1 e H3N2) e um do tipo B (Yamagata).
O público-alvo da vacinação são trabalhadores da saúde dos serviços público e privado, pessoas com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), professores das escolas públicas e privadas, pessoas com doenças crônicas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.
Jaú recebeu, para o início da imunização, 10 mil doses – que serão aplicadas em todas as unidades de saúde do Município a partir de amanhã, das 7h às 17h. Conforme informações da diretora da Vigilância Epidemiológica de Jaú, Leila Aparecida Garcia Rossi, o Município seguirá o cronograma de vacinação da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.
Neste primeiro momento, apenas trabalhadores da saúde e idosos poderão se vacinar. A partir de 2 de maio, serão imunizadas as crianças, gestantes e puérperas. Após o dia 9 de maio, recebem as doses os professores, pessoas com doenças crônicas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional. O dia D será dia 12 de maio, sábado em que todos os postos de saúde de Jaú estarão abertos. Quem não faz parte do grupo prioritário pode se vacinar em clínicas particulares (leia texto). 
Médicos recomendam a vacinação porque a gripe está entre as doenças mais frequentes em todo o mundo, sendo causa de surtos e pandemias. “A Organização Mundial da Saúde estima que cerca de 10% da população é infectada anualmente pelo vírus influenza e que 1,2 bilhão de pessoas apresentam risco elevado para complicações da doença”, diz a médica infectologista Luísa Sajovic De Conti. 
Entre essas pessoas, estão 385 milhões de idosos acima de 65 anos de idade, 140 milhões de crianças e 700 milhões de crianças e adultos com alguma doença crônica.

Influenza

“A gripe que preocupa a gente é aquela causada pelo vírus influenza. É importante dizer isso porque outros vírus causam sintomas respiratórios que normalmente são leves, mas a gripe causada pelo influenza é uma doença potencialmente grave e que em 2017 matou quase 500 pessoas no País”, alerta a presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim), Isabella Ballalai.
Como a vacina protege apenas contra o vírus influenza, há pessoas que adquirem resfriados e contestam a eficácia da imunização, mas essa impressão é rebatida por Isabella. “A vacina já é utilizada desde os anos 90 com resultados extremamente positivos na redução de hospitalização e óbitos pela doença.”

R$ 120 em clínicas particulares

Clínicas particulares e consultórios médicos já estão oferecendo a vacina da gripe em Jaú. Diferentemente das que serão ofertadas pela rede pública – que previnem três tipos de vírus –, as doses pagas são tetravalentes.
A trivalente protege contra dois tipos de gripe A (H1N1 e H3N2), mas apenas um tipo de gripe B (Yamagata), sendo que a tetra possui os mesmos vírus da A, mas possui um a mais da B (Victoria).
O Comércio consultou três lugares em que há vacinação contra a gripe. Na Clínica Jauense de Vacinação, as doses se esgotaram, mas devem chegar em breve. O mesmo ocorre na Clínica Atique. Em ambos os locais, a vacina custa R$ 120. Na Centralmed, a previsão de chegada é para maio.
“Recomendo o uso preferencial, sempre que disponível, das vacinas quadrivalentes, pelo seu maior espectro de proteção. Porém é importante reforçar que, na indisponibilidade do produto, a vacina trivalente deve ser utilizada de maneira rotineira, especialmente em grupos de maior risco para o desenvolvimento de formas graves da doença”, diz a médica infectologista Luísa Sajovic De Conti.

OAB

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Jaú fará campanha de vacinação no dia 21 de maio, destinada a advogados e seus dependentes. Os interessados devem comprar guia antecipadamente, porque são 325 doses disponíveis – mais de cem já foram reservadas. As vacinas, quadrivalentes, custam R$ 65, sendo que advogados e dependentes acima de 65 anos não pagam. (NGP)

Não provoca gripe

As vacinas contra gripe atualmente disponíveis no Brasil, na rede pública ou privada, são inativadas e fragmentadas, ou seja, contêm partículas do vírus morto. Elas não têm como causar, portanto, gripe nos pacientes.
“Como as vacinas ficam prontas quando o vírus já está circulando no ambiente, inclusive o influenza, há três motivos que levam as pessoas a ter a impressão de que ficaram doentes por causa da vacina ou que duvidam da eficácia da imunização”, diz a presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (Sbim), Isabella Ballalai.
O primeiro, segundo a médica, é a pessoa receber a vacina quando já está com o vírus no organismo, apesar de ainda não ter se manifestado; o segundo é ficar doente antes de completar dez dias de vacinado – a proteção da vacina começa posteriormente a esse período. E o terceiro é a pessoa se infectar com outro vírus e ter a impressão de que a vacina não foi eficaz. 
“Existem outros vírus que podem causar quadros gripais além dos inclusos nestas vacinas. Portanto, não podemos garantir que a pessoa que tomou a vacina contra gripe não tenha chance alguma de desenvolver um quadro gripal, mas com a vacinação certamente serão menos frequentes”, complementa a médica infectologista Luísa Sajovic De Conti. (NGP)
 
 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br