Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Equipe orienta sobre a prevenção de doenças respiratórias


26/06/2018

Serviço de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Amaral Carvalho reforça instruções a pacientes e seus acompanhantes 

Com a chegada da época mais fria do ano, doenças respiratórias como resfriados e gripe se disseminam facilmente e podem prejudicar pessoas com o sistema imunológico fragilizado, entre elas, pacientes em tratamento oncológico. Pensando nisso, o Serviço de Controle da Infecção Hospitalar (SCIH) do Hospital Amaral Carvalho (HAC) reforçou as instruções aos internados e hóspedes das Casas de Apoio.

Febre, dor de garganta e no corpo, coriza e até mesmo dificuldade de respirar são sintomas comuns desse tipo de doença que pode ser transmitida através do contato com pessoas infectadas que eliminam secreções pela tosse e espirro. O objetivo do SCIH é conscientizar os pacientes, acompanhantes e funcionários sobre as medidas simples que podem ajudar a prevenir a contaminação. “A higienização frequente das mãos com água e sabonete líquido ou solução alcoólica 70% é a principal delas”, ressalta a enfermeira Telma Batistim.

A equipe orienta a evitar locais sem ventilação ou com grande quantidade de pessoas, não ficar próximo daqueles que apresentam sinais de gripe e não colocar as mãos nos olhos, boca e nariz, além de receber a vacina anualmente, se possível. “Quem apresentar os sintomas deve cobrir o nariz e boca com lenços, de preferência descartáveis, sempre que tossir ou espirrar, e descartar o papel após o uso”, afirma a profissional.

De acordo com Telma, a população deve estar atenta aos sinais e se prevenir. “Os integrantes do grupo de risco, como idosos e pessoas em tratamento de câncer ou pré e pós-transplantados, devem ter cuidado redobrado para que não ocorra agravamento ou complicações. Gripe é assunto sério e pode ser evitada”.

A enfermeira comenta que se surgirem os sintomas é importante procurar atendimento médico, para diagnóstico e tratamento adequado.

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br