Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sindicato da Saúde de Jaú discute negociações coletivas e custeio no Seminário UGT-SP


30/07/2018

Presidente Edna Alves e ex-presidente Maria Jerusa são convidadas para encontro onde palestrantes vão apontar estratégias eficazes para as entidades enfrentarem os ataques aos direitos dos trabalhadores

Qual o rumo do sindicalismo brasileiro nessa fase pós-Reforma Trabalhista, quando a legislação aprovada pelos deputados tenta acabar com o movimento de defesa dos trabalhadores? Em que pese a "pancada" desferida pelo governo com o apoio dos empresários, os sindicatos de classe resistem. E estão em busca de estratégias eficazes para enfrentarem o ataque aos direitos dos trabalhadores. É para isso que se propõe o Seminário UGT-SP, que ocorre de 30 de julho a 1 de agosto em Praia Grande.

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Jaú e Região, filiado à UGT, foi convidado para colaborar com ideias neste seminário. A presidente Edna Alves estará entre os presentes, ao lado da ex-presidente do sindicato da saúde jauense, Maria Jerusa de Abreu. A Assessoria de Comunicação também participa para fazer a cobertura dos debates e levar os assuntos à categoria.

O Seminário será no Centro de Lazer da Fecomerciários e a organização está pronta para receber todos os participantes inscritos pelas entidades sindicais filiadas. “Será um Seminário de altíssima qualidade na discussão dos temas propostos. Os palestrantes são altamente qualificados, com prestígio internacional e grande vivência prática no cotidiano de nosso sindicalismo, colaborando, de forma inestimável, para que possamos discutir rumos que auxiliem na ação sindical em benefício dos trabalhadores”, diz o presidente em exercício da UGT-SP, Amauri Mortágua.

Entre os convidados para o primeiro dia de debates está o presidente da Federação Paulista de Saúde, Edison Laércio de Oliveira. O debate conta ainda com Lia Marques, presidente em exercício da Fecomerciários; Miguel Torres, presidente da Força Sindical e Ricardo Patah, presidente na UGT Nacional.

Nos três dias do Seminário participam ainda juristas, desembargadores e especialistas em legislação trabalhista e movimento sindical.  Economistas, profissionais do DIEESE, deputados e lideranças sindicais vão dar sua contribuição às discussões. O objetivo é definir metas e ações para revigorar a luta sindical.

 

As notícias da Central e do Seminário serão atualizadas no site da UGT-SP - www.ugt-sp.org.br - e no Sindicato da Saúde de Jaú - www.sindsaudejau.com.br

 

Confira a programação do Seminário:

30 DE JULHO, SEGUNDA-FEIRA

SINDICALISMO NA CONJUNTURA NACIONAL

Das 9 às 14h: Cadastramento

12h: Almoço  

14h: Abertura

Coordenador Geral: Amauri Mortágua, presidente

Coordenadores Especiais: Débora Ferreira Machado, secretária de Organização; Francisco Xavier da Silva Filho, secretário-geral; Rogério José Gomes Cardoso, secretário de Finanças e Marcísio Mendes de Moura, secretário de Comunicação.

Coordenadores: Aristeu Carriel, 1° vice-presidente; José Gonzaga da Cruz, secretário de Assuntos Jurídicos; Daniela Gomes de Sousa, secretária da Juventude; Edson André dos Santos Filho, secretário de Formação; Márcia Regina R. Caldas Fernandes, Regionais; Francisco Soares de Souza, 2° vice-presidente; Edna Maria de Andrade, secretária da Mulher.

Convidados: Lia Marques, presidente em exercício da Fecomerciários; Edison Laércio de Oliveira, presidente da Federação da Saúde; Miguel Torres, presidente da Força Sindical e Ricardo Patah, presidente na UGT Nacional.

Debates

Luiz Carlos Motta.

Roberto de Lucena.

Roberto Santiago.

David Zaia.

Francisco Pereira de Sousa Filho.

16h: Palestra

Jesé Souza, sociólogo, profes­sor da Ufabc, doutor pela Universidade de Heidelberg, na Alema­nha, pós-doutorado pela New Scholl for Social Research em Nova Iorque (EUA), livre-docente na Universidade de Flensburg na Alema­nha, autor de 27 livros e mais de 100 artigos em vários idiomas.

Das 18 às 20h: Jantar

Dia 31 de julho, terça-feira

31 DE JULHO, TERÇA-FEIRA

NEGOCIAÇÕES COLETIVAS PÓS-REFORMA TRABALHISTA

7h30: Café da manhã

9h: Palestras

O MERCADO DE TRABALHO E A IGUALDADE DO EMPREGO APÓS A REFORMA

José Silvestre Prado de Oliveira, pós-graduado em Economia e Gestão de Relações de Trabalho. foi professor do curso de pós-graduação e lato sensu em Economia a Gestão de Relações do Trabalho pela PUC-SP, e coordenador de Relações Sindicais do Dieese.

AS NEGOCIAÇÕES COLETIVAS APÓS A REFORMA

Victor Gnecco Pagani, supervisor técnico do escritório regional do Dieese em São Paulo, atuou em projetos de destaque desenvolvidos em parceria com o Centro de Estudos Sindicais a de Economia do Trabalho (Cesit), da Unicamp, e no programa de pós-graduação em Ciências Políticas da Ufscar.

12h: Almoço

Das 14 às 18h: Palestras

LIMITES DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA E REFORMA

Ivani Contini Bramantedesembargadora do TRT 2ª Região, doutora e mestre pela PUC-SP, professora da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo, coordenadora do curso de pós-graduação em Direito Sindical na Escola Superior de Advocacia (ESA) da OAB-SP.

DESAFIOS DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA NA REFORMA

Maria de Fátima Moreira Silva Rueda, advogada e economista, mestre pela PUC-SP, professora universitária de Direito Coletivo, Direito Sindical e Economia do Trabalho, atua há mais de 20 anos como assessor e coordenadora da bancada de negociação coletiva de trabalhadores.

COMUNICAÇÃO SIGNIFICA ‘COMUNICAR AÇÃO’

Sérgio Gomesjornalista pela ECA/USP, onde foi professor de Jornalismo Sindical e Comunitário, trabalhou no jornal Folha de S.Paulo e no Folhetim, é um dos fundadores e diretor titular da OBORÉ, atuou como consultor de Análise e Planejamento de Comunicação para cerca de 120 entidades sindicais e associativas, urbanas e rurais.

Das 18 às 20h: Jantar

 

1º DE AGOSTO, QUARTA-FEIRA

CUSTEIO DAS ENTIDADES SINDICAIS

7h30: Café da manhã

9h: Palestras

COMO FINANCIAR AS ATIVIDADES SINDICAIS DEPOIS DA EXTINÇÃO DA CONTRIBUIÇÃO SINDICAL

Raimundo Simão de Melo, advogado e consultor jurídico, procurador Regional do Trabalho aposentado, doutor em Direito pela PUC/SP, professor de Direito e de Processo do Trabalho, membro da Academia Nacional de Direito do Trabalho, coautor do livro “Custeio Sindical Aprovado nas Assembleias da Categoria", da editora RTM.

João Batista Martins César, desembargador do TRT 15° Região Campinas - SP, mestre em Direito pela Unimep, especialista pelo Instituto Europeu de Relações Industriais de Sevilha, na Espanha, curso avançado de Direito do Trabalho para pós-graduados pela Universidade de Sevilha, autor pela editora LTR, professor universitário de Prática Trabalhista na Fadi, co­autor do livro “Custeio Sindical Aprovado nas Assembleias da Categoria” pela editora RTM.

Encerramento

O MOVIMENTO SINDICAL NO CONTEXTO DA CRISE E O FUTURO DO SINDICALISMO

Antônio Rogério Magri, sindicalista e ex-ministro do Trabalho.

Canindé Pegado, jornalista, advogado, secretário-geral da UGT, mestre em Administração de Empresas com especialização em Direito do Trabalho, doutorando em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidad Del Museo Social Argentino (Umsa), vários cursos de Liderança Sindical realizados em diversos países como Japão, EUA, Israel e Bélgica.

João Guilherme Vargas Netto, consultor sindical.

12h: Almoço

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br