Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Curso da UGT-SP incentiva a sindicalização nas bases das entidades filiadas


30/08/2018

Primeira ação aconteceu em Jaú, terça (28/8), com aulas ministradas por especialista em neurolinguística

FONTE: UGT-SP

Dirigentes de entidades filiadas à UGT-SP de várias regiões do Estado participaram, junto com seus funcionários, do Curso de Sindicalização que a Central realizou na terça, 28 de agosto, em Jaú. Mais de 130 pessoas lotaram o salão do ginásio de esportes do Clube dos Comerciários da cidade. Todos estavam ávidos para assimilar técnicas de sindicalização mais eficazes ministradas pela consultora Ioná Carmona, instrutora da Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística (SBPNL).

O curso teve abertura solene a cargo do presidente em exercício da UGT-SP, Amauri Mortágua, que convocou dirigentes sindicais para compor a mesa de trabalho: os diretores da Central, Aristeu Carriel, 1º vice-presidente, e Francisco Xavier da Silva, o Chiquinho, secretário-geral; o presidente da Federação Paulista da Saúde, Edison Laércio de Oliveira; a presidente do Sindicato da Saúde de Jaú, Edna Alves; o presidente do Sincomerciários de Jaú, Luiz Carlos da Silveira e Souza, que cedeu o clube do Sindicato para a realização do curso. Seu objetivo é formar agentes para ampliar a sindicalização nas bases.

Pensar no outro

“Com técnicas avançadas de comunicação para dirigentes e funcionários, este curso visa treinar pessoas para que consigam tocar cada um dos trabalhadores de suas bases no sentido de conscientizá-los sobre a importância da sindicalização e das entidades sindicais na defesa dos seus interesses e necessidades”, avisou a consultora Ioná, no início de sua aula.

A instrutora da SBPNL, com auxílio da assistente Vivian Maria, levantou a plateia mesclando técnicas de neurolinguística aplicadas à sindicalização, experiências práticas de aprendizagem com exercícios de vibração, em que bexigas distribuídas aos participantes eram agitadas toda vez em que eles acreditavam que é preciso fazer mudanças para atingir determinados objetivos. “A programação neurolinguística ajuda a pessoa pensar, sentir e agir”, disse.

“Qual é a maior descoberta que vocês terão aqui neste curso? Vocês vão conhecer a si mesmos para poder entender os outros”, respondeu a especialista. E explicou: “Pra conquistar novos sindicalizados, vocês precisam ser bons ouvintes, entender as necessidades das outras pessoas. Ouvir mais, saber o que as pessoas querem. Para isso, se for o caso, até ‘desenhe’ para que o trabalhador entenda claramente a comunicação entre vocês. Se vocês não sabem determinadas respostas, procurem saber, se informar. É preciso que as pessoas fiquem satisfeitas com as respostas”.

Incentivo

Na hora da abordagem ao trabalhador, ensina a especialista, é preciso mostrar a importância da sindicalização. “Detalhe minuciosamente o que o sindicato oferece em termos de proteção dos direitos dos trabalhadores, os serviços e benefícios à família dele, o quanto isso é importante para o fortalecimento da categoria e do sindicato. Mostre que sozinho não somos nada, mas juntos somos mais fortes”. Segundo ela, é preciso entender que alguns benefícios oferecidos pelas entidades sindicais têm uma importância enorme para quem recebe. “É o caso de grávidas ou mamães de recém-nascidos que, sem recursos, veem o kit maternidade como o único ou um dos poucos presentes que vai receber nesse momento”.

Para incentivar a plateia, Ioná e Vivian motivaram as pessoas a encarar os resultados negativos e fazerem a diferença para mudar o quadro. “Não existe fracasso, mas sim resultado que não atingiu o objetivo proposto. Se não der certo, aprenda com isso e comece a fazer diferente. Persista até conseguir um resultado melhor”.

Multiplicação

E elas deram mais uma dica para os participantes: “Pra conquistar novos sindicalizados, vocês precisam ser bons ouvintes. Quanto mais interesse vocês gerarem, mais sindicalizados vocês vão trazer para as entidades”.

Agora, os participantes do Curso de Sindicalização da UGT-SP em Jaú vão multiplicar na base os ensinamentos e aplicar na prática o que aprenderam, melhorando a eficácia da sindicalização de suas categorias.

Depoimentos

Amauri Mortágua, presidente do Sincomerciários de Tupã: “A UGT-SP está realizando esse curso por conta da necessidade de se ampliar a sindicalização dos trabalhadores das categoriais, dando maior representatividade aos sindicatos filiados e garantindo o custeio. Sindicalizar significa fortalecer a legitimidade do sindicato e a luta pela preservação de direitos”.

Francisco Xavier da Silva, o Chiquinho, diretor-executivo do Sindicato dos Motoristas de São Paulo: “Nossa Central está de parabéns por implantar este tipo de dinâmica. Isso valoriza a relação dos sindicatos com os trabalhadores e cria um norte para as nossas ações, com foco na aproximação com os nossos associados, trazendo eles para dentro das nossas sedes e subsedes”.

Aristeu Carriel, presidente do Sindicato dos Empregados em Saúde de Marília: “É de grande importância que façamos esse encontro junto aos dirigentes sindicais porque precisamos dar um basta, realmente, no que foi implantado com a reforma trabalhista com o intuito de afastar os trabalhadores do movimento sindical”.

Edison Laércio de Oliveira, presidente da Federação Paulista da Saúde: “É preciso que os trabalhadores escolham bem seus candidatos, especialmente os do Legislativo. São eles quem vão comandar o País. Chega dos mesmos. Vamos eleger pessoas comprometidas com os trabalhadores, são desses que o movimento sindical precisa”. 

Edna Alves, presidente do Sindicato dos Empregados em Saúde de Jaú: “Estamos aprendendo com a equipe da Sociedade de Neurolinguística que os tempos mudaram e, por isso, os sindicalistas devem acompanhar estas mudanças, entendendo melhor sobre como lidar com os seus associados e principalmente com aqueles que ainda não se associaram”.

Luiz Carlos da Silveira e Souza, presidente do Sincomerciários de Jaú: “O momento é crítico para os trabalhadores, para os sindicatos, para o País. Precisamos buscar maior representatividade e recursos para os sindicatos fazerem seu trabalho em defesa da categoria”.

Luiz Carlos Motta, presidente licenciado da Fecomerciários, convidado pelas lideranças regionais e questionado pelos participantes do curso sobre os impactos da reforma trabalhista, disse: “Temos de recriar o movimento sindical, estabelecer um novo modelo para enfrentar as reformas neoliberais em curso. Para tanto, é preciso sindicalizar os trabalhadores, mostrar a importância das entidades sindicais, valorizar o sindicato, e criar a consciência politica no meio sindical para que as entidades e suas categoriais deixem de ser meros coadjuvantes”.

Outros locais

O Curso de Sindicalização da UGT-SP, com o mesmo conteúdo, será aplicado em São José dos Campos (30/8), São Paulo (4/9) e São José do Rio Preto (6/9).

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br