Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

ATENÇÃO COMPANHEIROS: Sem Convenção, trabalhador da Santa Casa de Jaú perde até R$ 1,6 mil por ano


15/10/2018
 
O Sindicato da Saúde de Jaú fez as contas e constatou que o trabalhador da Santa Casa de Jaú perde até R$ 1.600,00 por ano desde 2016, por causa o descumprimento da Convenção Coletiva. O hospital exige jornada de trabalho de 42 horas para os profissionais do apoio, quando o correto é 36 horas, e paga erradamente o adicional de insalubridade ao pessoal da enfermagem. Esses são alguns dos motivos da convocação da Assembleia Geral para este dia 17 na sede do sindicato
 
O profissional do apoio (limpeza, lavanderia e outros setores) perde cerca de R$ 1.600,00 por ano ao ter que trabalhar 42 horas por semana, quando o correto seria 36 horas, com base na Convenção Coletiva vigente desde julho de 2016. É o equivalente a R$ 122,00 mensais a menos no bolso de cada um pelas seis horas a mais de labuta.
 
No caso do técnico de enfermagem o prejuízo é de quase R$ 1.060,00 por ano de diferença no adicional de insalubridade. O cálculo é válido para quem tem salário de R$ 1.500,00 e recebe o adicional de 20%. Pela Convenção Coletiva, a Santa Casa deveria pagar sobre o piso da categoria e não sobre o salário mínimo.
 
Presidente do Sindicato, Edna Alves, informa que o Departamento Jurídico já entrou com ação na justiça contra o descumprimento da Convenção Coletiva. Também está na justiça o Dissídio Coletivo de 2017/2018, já que a Santa Casa não fez acordo e o sindicato patronal dos hospitais queria reduzir benefícios.
 
Na negociação salarial 2018/2019, a proposta patronal é de corrigir o salário abaixo da inflação anual, ampliar a jornada de apoio e ainda acabar com as folgas para o trabalhador que faz jornada 12 x 36 horas. O Sindicato da Saúde não aceita, por isso convocou a Assembleia Geral para esta quarta-feira, dia 17, às 10h, 15h e 19h.
 
Assembleia Geral do Trabalhador da Saúde
Assunto: Estado de Greve contra perda de direitos e reajuste salarial
Dia: 17/10, às 10h, 15h e 19h
Local: rua Sebastião Ribeiro, 501 (sede do sindicato)
Trabalhadores, são vocês que têm de decidir se lutam pelos direitos ou se aceitam a escravidão!
 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br