Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos Coletivos
   Aviso Prévio
   Benefícios do Sócio
   Cantinho do Relax
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Lazer com desconto
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Ato reúne milhares em defesa de políticas antimanicomiais


24/05/2022

 

 Na tarde de 18 de maio, milhares de manifestantes da luta antimanicomial realizaram um ato, mostrando como deve ser o tratamento dado aos pacientes: um ato livre, na rua, com arte, música, descontração e com liberdade plena de manifestação.

 
Foi assim que os movimentos antimanicomiais, CAPs, entidades populares e sindicais, ocuparam a Avenida Paulista, na gélida tarde da quarta-feira, 18. Portando cartazes e faixas, os manifestantes convidavam a população a refletir sobre o que é tratamento humanitário, com apoio familiar e psicológico, sem eletrochoques e confinamento.
 
Presente ao ato, a presidente do Sinpsi, Fernanda Magano, destacou que a política de saúde mental do governo Bolsonaro é a volta aos manicômios. “Neste 18 de maio, dia nacional da luta antimanicomial, estamos defendendo a democracia antimanicomial. Isto porque este desgoverno está desmontando toda a rede de atenção psicossocial. E faz uma rede quase manicomial ao deixar de investir nos serviços para escoar recursos para as comunidades terapêuticas. Desse modo violam-se direitos, encarceram-se pessoas”, diz Fernanda. “Ou seja, realizam-se ações completamente divergentes da política de saúde mental baseada na reforma psiquiátrica trazida pela Lei 10.216, que completou 20 anos no ano passado”, disse Fernanda à Rede Brasil Atual.
 
O ato teve como lema “Contra o fascismo, em defesa do cuidado em liberdade e dos direitos humanos” e contou com a participação de diversas diretoras e diretores do Sindicato dos Psicólogos.
 
Para este ano, em novembro, está prevista a realização da 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental, importante momento para o debate e formulação de políticas inclusivas e da luta e resistência contra a volta dos manicômios.
 
 
Fonte:  Imprensa Simpsi - 20/05/2022
 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br