Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos Coletivos
   Aviso Prévio
   Benefícios do Sócio
   Cantinho do Relax
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Lazer com desconto
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Empreendedorismo na enfermagem está em alta, afirma integrante da comissão da Cofen


20/06/2022

 

 A área da saúde proporciona um leque de possibilidades para quem busca empreender. De acordo com a enfermeira Ludimila Cunha, integrante da Comissão Nacional de inovação e empreendedorismo do Conselho Federal de Enfermagem, o número de profissionais da categoria que busca abrir o próprio negócio tem crescido e os segmentos mais fortes são tratamento de feridas, a estética, as práticas integrativas e complementares, parto natural, e toda área da obstetrícia e acompanhamento do binômio mâe/bebê, consultoria em amamentação, mentorias, consultorias e cursos. “Precisamos de profissionais autônomos que busquem fazer diferente, inovar e transformar realidades, para melhorar a atenção à saúde das pessoas”, declarou Ludimila, que também fala sobre as principais tendências na área. Veja a entrevista.

 
O número de profissionais de enfermagem que buscam abrir o próprio negócio na área de saúde tem aumentado no últimos anos?
 
Sim, tem aumentando consideravelmente, por diversos fatores. Destaco o período da pandemia que ressignificou muitas carreiras, fechando portas e abrindo outros caminhos, inclusive muito fortes no âmbito digital, com cursos, mentorias, consultorias em diversas áreas; serviços domiciliares; e também abertura de consultórios e clinicas de enfermagem que ganharam mais força após a resolução 568/2018 do Cofen, normatizando essas áreas que já eram possíveis ao enfermeiro desde a lei do exercício profissional de 1986, garantindo ao enfermeiro respaldo para atuar como profissional autônomo e liberal.
 
 
Quais as vantagens do empreendedorismo para o profissional de enfermagem?
 
É preciso compreender o conceito de empreendedorismo e suas diversas classificações para abordar as inúmeras vantagens dessa área para enfermagem. O empreendedorismo não é só abrir um negócio, ele vai mais além, é quando alguém executa ideias, através de oportunidades, gerando valor (financeiro, social ou cultural) para os outros, suprindo necessidades, transformando realidades e vidas. Inclusive o empreendedorismo pode contribuir muito para a saúde no geral, em especial a saúde pública, que padece com déficit de investimentos e de recursos humanos e materiais. Precisamos de profissionais autônomos que busquem fazer diferente, inovar e transformar realidades, para melhorar a atenção à saúde das pessoas.
 
A enfermagem tem um diferencial de muitas profissões, desde a formação ela esta preparada para cuidar e enxergar as pessoas como seres humanos, atende-las de acordo com as suas necessidades de saúde em seu conceito mais amplo e atual, saúde não só no âmbito físico e biológico, mas também, mental, social, espiritual e cultural. Empreender é colocar em prática a essência no qual somos formados.
 
Quais os benefícios do empreendedorismo para a profissão de uma forma geral e para a sociedade, considerando os serviços prestados na área da saúde?
 
Os benefícios são inúmeros, tais como, trazer mais visibilidade e reconhecimento ao profissional de enfermagem; valorização a esta força de trabalho que está 24 horas atuando em prol do paciente, de sua recuperação; além da garantia de mais serviços à população, de atendimentos mais qualificados e empáticos, voltados a pessoa e não a doença.
 
 
Através de ações inovadoras e intraempreendedoras pode-se ter como benefícios ambientes transformados para melhor atender o público, soluções palpáveis para problemas históricos e rotineiros que os profissionais de enfermagem lidam diariamente.
 
Como o profissional de enfermagem que quer empreender na área deve se preparar?
 
O profissional de enfermagem que deseja empreender, em especial, na área de negócios, deve buscar acima de tudo muito conhecimento teórico, científico e técnico acerca da área que pretende atuar, pois o serviço prestado deve ser de excelência; deve conhecer toda regulamentação acerca da área, buscando respaldo nas leis, e resoluções do seu Conselho de classe; deve também conhecer sobre gestão/administração, elaborar seu plano de negócios, utilizar ferramentas de planejamento estratégico, buscar conhecimento ou parceiros para o marketing, aprender sobre vendas, negociação com clientes, precificação e conhecer o mercado, seus possíveis concorrentes e prestadores. E acima de tudo, ter em mente que empreender não é fácil, exige muito esforço, dedicação e amor.
 
Atualmente, quais as tendências e maiores oportunidades para empreendedorismo na enfermagem?
 
Dentre as áreas que estão mais fortes para o empreendedorismo na enfermagem podemos destacar o tratamento de feridas, a estética, as práticas integrativas e complementares, parto natural, e toda área da obstetrícia e acompanhamento do binômio mãe/bebê, consultoria em amamentação, mentorias, consultorias e cursos em diversas áreas, empreendedorismo digital, e até mesmo a educação empreendedora, dentre muitas outras áreas promissoras.
 
Fonte: O Liberal
 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br