Jaú   •  
   Página Inicial
   Associe-se
   Atendimentos
   Aniversariantes
   Acordos
   Aviso Prévio
   Recolhimento da Contribuição Sindical
   Convenções Coletivas
   Colônia e Clube
   Código de Ética
   Convênios
   Contribuições Online
   Cursos / Palestras
   Diretoria
   Eventos
   Espião Forceps
   Fale Conosco
   Galeria de Fotos
   História
   Homologação
   Links Úteis
   LEI: Auxiliar x Técnico
   Localize
   Notícias
   Seguro de Vida
   Sindicato Forte
   Telefones Úteis
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Carta Aberta à População: Greve na Santa Casa de Jaú em legítima defesa do trabalhador


22/10/2018

O Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Jaú e Região vem a público se manifestar sobre a situação na Santa Casa de Jaú. Pedimos a compreensão da população e da sociedade em geral ao “Estado de Greve” aprovado pela categoria em Assembleia Geral no dia 17/10 e que pode resultar em paralisação dos atendimentos no hospital nos próximos dias.
Cuidamos da saúde da população, mas ficamos doentes pela falta de respeito à categoria.
Nossos companheiros profissionais da saúde na Santa Casa de Jaú estão sem reajuste salarial desde julho de 2016, sofrem perdas por causa do descumprimento de cláusulas da Convenção Coletiva e trabalham sob a ameaça de perderem benefícios conquistados ao longo de décadas de luta da categoria.
Lamentamos eventual transtorno que a greve possa ocorrer caso seja deflagrada, mas estamos agindo dentro do que determina a lei e o direito de greve. A intransigência em negociar da Santa Casa de Jaú e do Sindhosfil (sindicato patronal dos hospitais) não pode ser maior do que as necessidades dos profissionais da saúde.

Negociação travada - O Sindicato da Saúde busca uma negociação desde o primeiro semestre de 2017, mas não houve acordo em termos de reajuste salarial e das cláusulas sociais para o período 2017/2018. O sindicato recusou as propostas que prejudicam o trabalhador e que reduz seus salários.
Convocamos uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho em Campinas (TRT), mas o sindicato patronal insistiu em reduzir benefícios. É inadmissível aceitar perdas no bolso do trabalhador.

Decisão judicial - O Sindicato da Saúde está no aguardo da decisão da Justiça, que foi acionada para tentar resolver o impasse na negociação 2017/2018. Antes mesmo do desfecho judicial, a Santa Casa de Jaú, por meio do sindicato patronal ao qual é filiada, encaminhou proposta para o período 2018/2019 ainda pior do que a anterior.
Pela proposta, a Santa Casa de Jaú amplia jornada de trabalho, reduz folgas mensais, diminui o adicional noturno, reduz os valores do adicional de insalubridade, coloca-se contrária ao pagamento do auxílio-creche entre outras maldades contra seu funcionário.
Defendemos condições de trabalho adequadas e salário justo ao trabalhador. Rechaçamos as pressões e o assédio das chefias do hospital, que ameaçam demitir funcionários que participam de assembléias do sindicato. 
O sindicato não aceita assinar uma Convenção Coletiva que retira direitos do trabalhador. A Reforma Trabalhista do governo Michel Temer já acabou com muitos direitos e agora o Sindhosfil quer retirar o resto. Os trabalhadores protestam em legítima defesa.

SUS forte e atendimento para todos - Além da defesa da categoria, o Sindicato da Saúde está em defesa de um SUS cada vez mais forte e eficiente na busca pela assistência à saúde de todos. A luta dos trabalhadores da saúde vai ao encontro dos anseios da população, que paga altos impostos, mas não tem o devido atendimento quando precisa do serviço público.
Contamos com a compreensão de todos. Esperamos que a diretoria da Santa Casa de Jaú, como também o sindicato patronal, se abram para negociar a contraproposta encaminhada pelos trabalhadores. Nossa busca é pelo entendimento e pela valorização do trabalhador que cuida da saúde de todos.

Diretoria do Sindicato do Trabalhadores da Saúde de Jaú

 
 
Sindicato da Saúde Jaú e Região
Rua Sebastião Ribeiro, 501 - CEP 17.201-180 - Centro - Jaú / SP
Fone (14) 3622-4131 - E-mail: sindsaudejau@uol.com.br